“Valeu a pena o esforço que fizemos”, diz Roseana sobre dados do IDH…

Flávio Dino recebeu o selo do unicef devido os resultados conquistados entre 2011 e 2014, referentes as ações do governo de Roseana.

A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) comemorou na sexta-feira, 2, a divulgação dos números do Atlas do Desenvolvimento Humano, e avaliou que este resultado é fruto do esforço que o seu governo fez.

– Os avanços registrados no IDH são, na grande maioria das vezes, mais lentos do que os resultados que conseguimos levar de imediato em diversos setores, como é exemplo da saúde, onde, em curtíssimo prazo, o meu governo fez o maior programa de melhoria no atendimento já realizado em todo o Maranhão – ressaltou a governadora.

roseana-sarney-450x338

Para Roseana os dados reforçam o compromisso da sua gestão ao longo do mandato.

– Esses dados só reforçam o compromisso que tivemos ao logo do meu mandato para melhorar a vida das pessoas – ressaltou

Roseana lembra também que os esforços no setor do desenvolvimento econômico, na geração de renda e na qualificação profissional também serviram de base para a recuperação do Maranhão no Índice de Desenvolvimento Humano.

– Construímos, geramos emprego e renda, atraímos dezenas de empresas e capacitamos cerca de 500 mil pessoas no programa Maranhão Profissional. É incontestável! Demos oportunidade de verdade, e é disso que o Maranhão precisa – ressaltou a peemedebista.

A ex-governadora se declarou feliz por ver que seus esforços começam a aparecer nas estatísticas que medem a força e os resultados de um governo.

– Fico muito feliz por hoje ver, nesses novos números, que valeu a pena todo o esforço que fizemos – finalizou Roseana Sarney.

 

Por Marco Deça

 

Blog Minuto Barra, o Blog do Gildásio Brito

Maura Jorge entrega Unidade Básica de Saúde em Lago da Pedra e recebe homenagens

A prefeita de Lago da Pedra Maura Jorge(PTN), entregou ontem, quinta-feira 1° de dezembro, mais uma unidade básica de saúde, dessa vez no bairro Vieira Neto e recebeu homenagens por parte da população de Lago da Pedra.

15220067_548370365355408_4549127836934674141_n

São poucos os prefeitos e prefeitas, que se preparam para deixarem os cargos, e que no final da gestão conseguem entregar obras para a população. Mas em Lago da Pedra, existe uma prefeita que além de ousada, corajosa e determinada, a mesma conseguiu eleger o seu sucessor com uma maioria de votos esmagadora em cima do segundo colocado.Durante a solenidade de entrega da unidade de saúde, Maura Jorge foi homenageada pelo público presente, que agradeceram a prefeita por tudo que fez durante os anos em beneficio do povo daquele município.

15192551_548370448688733_8706689617310896311_n

Maura se mostrou agradecida, e em sua rede social no facabook, a prefeita disse as seguintes palavras; “O sentimento é de gratidão à Deus por ter sido, juntamente com toda a nossa equipe de governo, esse instrumento para melhorar a vida dos nossos conterrâneos.Tenho a mais absoluta certeza de que Lago da Pedra respira um novo ar, de esperança e de desenvolvimento que chega a todos os lagopedrenses”.

Durante 27 anos de vida pública, quatro mandatos de deputada estadual e dois de prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge se consagra atualmente, como uma das mulheres de maior peso político no Maranhão, e caminha para se tornar em 2018, um dos grandes destaques da disputa eleitoral.

Blog Minuto Barra, o Blog do Gildásio Brito

Justiça Eleitoral define data para diplomação dos eleitos em Barra do Corda

A Justiça Eleitoral de Barra do Corda, marcou para o dia 16 de dezembro, a cerimônia de diplomação dos eleitos em 2 de outubro próximo passado, referente aos resultados das eleições municipais.

67629

Segundo informou o chefe do cartório eleitoral da 23ª zona, Sr Paulo José Barreto para o blogueiro Gildásio Brito, o local da cerimônia de diplomação ainda não foi definido, ficando apenas certo a questão da data que será dia 16.

Serão diplomados os seguintes eleitos;

Vitalzinho Sampaio

Gemilson Ribeiro

Dr Adriano Brandes

Gil Lopes

Alcenor Nunes

Graça do Ivan

Bena Almeida

Raimundo da Rodoviária

Aurean Barbalho

Elias do INSS

Eteldo Sampaio

João Pedro

Kassí Pompeu

Nen do Swan

Cananéia Ribeiro

Professor Jaile

Paulim Bandeira

Além dos 17 vereadores eleitos acima mencionados, serão diplomados também o primeiro suplente de cada coligação.

Nesta mesma solenidade realizada pela Justiça Eleitoral de Barra do Corda, serão também diplomados o prefeito reeleito Eric Costa(PCdoB) e o vice-prefeito Leandro Sampaio.

Após a diplomação que ocorrerá dia 16 de dezembro, a posse dos eleitos se realizará dia 1º de janeiro de 2017, com o seguinte rito;

Primeiro é realizado na câmara municipal o juramento dos eleitos e em seguida a posse. Essa primeira sessão do dia 1º de janeiro, será presidida pelo vereador Bena Almeida, considerado o mais idoso da câmara, o mesmo conduzirá também, a eleição da nova diretoria da câmara para o biênio 2017-2018. Após apurado os votos para a escolha do novo presidente da câmara municipal, dar-se então início a posse do prefeito e do vice que também ocorre na câmara mediante juramento.

 

Mas, a Justiça Eleitoral em Barra do Corda, tem em sua mesa vários processos que podem possivelmente segundo alguns juristas, provocar resultados contrários futuramente contra alguns eleitos.

Vamos aguardar os resultados dos julgamentos de em torno 20 processos.

 

Unicef dará selo ao governo do Maranhão, devido avanços na gestão de Roseana

roseana

Por questão de reconhecimento, no minimo Flávio Dino tem que convidar Roseana para participar do evento que ocorrerá amanhã dia 2 de dezembro, em solenidade da Unicef, programada para o Palácio dos Leões. Será se Dino tem a humildade de convidar Roseana para receber os aplausos?

Um relatório divulgado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) na quarta-feira (30) confirma que houve avanços significativos, durante a gestão da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), para o público infantil no Maranhão.

Os dados mais recentes referem-se ao período 2011/2014, exatamente o do último mandato da peemedebista, quando foram realizadas pesquisas em 148 municípios maranhenses.

Um dos fatores da melhora, segundo o Unicef, é a diminuição da taxa de mortalidade infantil: caiu 7% no estado, contra 5,2% no resto do país no mesmo intervalo.

Já o acesso das maranhenses ao pré-natal cresceu 32,7% – mais de 25 pontos percentuais a mais que a média no resto do país, de apenas 5,4%.

Ainda sendo os dados, a proporção de nascidos vivos de gestantes com sete ou mais consultas de pré-natal passou de 28,1% para 37,3%. E o número de bebês registrados antes de um ano de idade aumentou 4%, contra 1,1 no Brasil.

No quesito Educação, também houve relevante melhora. Entre 2011 e 2014, segundo o relatório do Unicef, a distorção idade-série nos municípios maranhenses caiu 9,2%, enquanto que em outras cidades brasileiras a queda foi de 7,9%.

Foram esses dados que permitiram ao Estado do Maranhão receber o chamado Selo Unicef, em evento que ocorrerá amanhã (2), no Palácio dos Leões.

Senado conclui votação em 1º turno da PEC do teto de gastos

O plenário do Senado concluiu no início da madrugada desta quarta-feira (30) a votação, em primeiro turno, da Proposta de Emenda à Constituição 55, que estabelece um limite para os gastos públicos pelos próximos 20 anos. A PEC ainda precisa ser analisada em segundo turno, previsto para 13 de dezembro.

O texto-base da proposta já havia sido aprovado na noite desta terça (29), mas, para concluir a votação, os senadores precisavam analisar três destaques (sugestões de alteração ao texto), que acabaram todos rejeitados. Um deles, por exemplo, excluía os investimentos em saúde e em educação do teto.

plenario-do-senado

Por se tratar de uma proposta de mudança na Constituição, a proposta, para ir a segundo turno, precisava ser aprovada por pelo menos três quintos dos parlamentares (49 dos 81) e recebeu 61 votos (14 senadores foram contra).

Concluída a análise em primeiro turno, a PEC deverá ser analisada em segundo turno no próximo dia 13 de dezembro – no qual também precisará do apoio de, ao menos, 49 senadores.

Durante a sessão desta terça, a medida foi criticada por senadores que fazem oposição ao Palácio do Planalto. Os oposicionistas chamaram o texto de “PEC da maldade” porque, na visão deles, a proposta vai “congelar” os investimentos em saúde e educação.

Inicialmente, somente os líderes partidários encaminhariam os votos, mas o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deixou que todos os senadores inscritos pudessem discursar na fase de encaminhamento.

Embora tenha sido aprovada por 61 votos a 14, a PEC recebeu menos votos que o previsto pelo líder do governo no Congresso, Romero Jucá (PMDB-RR), que previa até 65 votos favoráveis à proposta.

Regras
A proposta estabelece que, nas próximas duas décadas, as despesas da União (Executivo, Legislativo e Judiciário e seus órgãos) só poderão crescer conforme a inflação do ano anterior.

Já para o ano de 2017, o texto institui que o teto de gastos corresponderá à despesa primária – que não leva em consideração os juros da dívida pública –, corrigida em 7,2%.

Nos demais anos de vigência da medida, o teto corresponderá ao limite do ano anterior corrigido pela inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Pelo texto da PEC, se um poder ou órgão desrespeitar o limite de gastos sofrerá, no ano seguinte, algumas sanções, como ficar proibido de fazer concursos ou conceder reajustes.

O texto permite, por exemplo, que um poder extrapole o teto. No entanto, nessa hipótese, será necessária a compensação do gasto excedente por outro poder.

Inicialmente, os investimentos em saúde e em educação entrariam no teto já em 2017, mas, diante da repercussão negativa da medida e da pressão de parlamentares da base, o governo concordou que essas duas áreas só se enquadrarão nas regras a partir de 2018.

Ficam de fora do alcance da proposta as transferências constitucionais a estados e municípios, além do Distrito Federal, os créditos extraordinários, as complementações do Fundeb, gastos da Justiça Eleitoral com eleições, e as despesas de capitalização de estatais não dependentes.

A PEC permite que, a partir do décimo ano de vigência do teto, o presidente da República envie um projeto de lei para mudar a forma de correção do limite.

Tentativas de mudanças
Contrários ao texto, senadores da oposição apresentaram emendas (sugestões de alteração) à proposta para que a população fosse consultada para a PEC passar a valer. Eles também queriam que o pagamento dos juros da dívida pública também respeitasse limites.

A oposição também tentou retirar do teto os investimentos nas áreas de saúde e educação, mas, em menor número, não conseguiu promover mudanças na proposta. Todas emendas foram rejeitadas.

Governistas trabalharam para derrubar quaisquer tentativas de alterações ao texto, pois eventuais modificações forçariam o reexame da PEC pela Câmara. O Planalto quer o texto promulgado pelo Congresso ainda neste ano.

Lados opostos
Relator da proposta, o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), defende em seu parecer que, sem a imposição do teto, a dívida da União entrará em uma trajetória insustentável.

“O resultado final [sem o limite de despesas] é uma forte aceleração da inflação ou moratória, com consequências sobre o crescimento e a economia”, diz.

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), por sua vez, critica a previsão de a proposta vigorar por 20 anos. “É um arrocho por muito tempo”, argumenta.

Sessão tumultuada
Antes do início da análise da PEC, Renan Calheiros suspendeu a sessão por cinco minutos para que dois manifestantes fossem retirados do plenário.

Aos gritos, Gláucia Moreli, que disse ser presidente da Confederação das Mulheres do Brasil, protestou contra o texto.

Ela foi retirada por seguranças, mas recebeu apoio de parlamentares petistas, como Lindbergh Farias (RJ), Regina Sousa (PI) e Paulo Paim (RS).

“Nós queremos as verbas da saúde, da educação, o orçamento da União ano passado foi destinado a banqueiros e só 5% para a saúde. Como vai ficar quem precisa de saúde e educação públicas? Ainda mais agora com 13 milhões de desempregados”, disse Gláucia a jornalistas após ser retirada do plenário.

Do lado de fora, manifestantes contrários à PEC entraram em confronto com a Polícia Militar. Enquanto isso, Eunício Oliveira (PMDB-CE), relator da proposta, lia seu parecer favorável à aprovação do texto.

Ao longo da sessão, vários senadores da oposição pediram a Renan que liberasse o acesso às galerias do Senado. Eles queriam que representantes de movimentos sociais pudessem acompanhar a votação.

No entanto, Renan manteve as galerias fechadas ao público, alegando que a presença dos manifestantes poderia provocar tumultos no plenário.

Adriano Sarney critica demora da PGR na decisão sobre Roseana

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) destacou, na tribuna da Assembleia, nesta segunda-feira (28), o desfecho do inquérito que envolveu injustamente a ex-governadora Roseana Sarney na Operação Lava-Jato. “A justiça prevaleceu”, declarou.

adriano-na-tribuna-outubro-de-2016
Segundo explicou o parlamentar, a Procuradoria Geral da República (PGR) sustentou, utilizando-se de novas diligências, por cerca de dois anos (de 2014 a 2016), coincidentemente por dois períodos eleitorais, um inquérito que a Polícia Federal (PF) havia, por duas vezes, aconselhado o arquivamento e, portanto, inocentando Roseana.

“Eu não posso crer que haja ingerência política, de parente do governador Flávio Dino, que hoje exerce a sub-procuradoria na PGR. Acredito na instituição, mas tenho que admitir que achei uma decisão tardia e coincidentemente tomada após dois períodos eleitorais”, declarou o deputado.

Adriano elogiou o trabalho feito pela Polícia Federal, que cultiva como procedimento ético a investigação minuciosa dos fatos, dos crimes, antes de levar à Justiça as pessoas investigadas, uma postura que se contrapõe à atitude da PGR, que expôs nomes de personalidades públicas ao julgamento popular e midiático baseando-se apenas em delações de criminosos.

“Fato é que a Polícia Federal não concorda com o método da PGR, segundo relatou o jornal Folha de São Paulo. A PF investiga crimes, não pessoas”, concluiu o deputado.
Blog Minuto Barra, o Blog do Gildásio Brito/Barra do Corda-MA

Que isso prefeito?? 77 postes com lâmpadas queimadas do baião de dois até o posto do Elizeu

A iluminação pública construída no governo Nenzin, que corresponde do perímetro baião de dois na altamira até o antigo posto do Elizeu no bairro trisidela, existem atualmente e de forma vergonhosa, 77 postes com as lâmpadas queimadas. A equipe do Blog Minuto Barra, após receber várias denúncias a respeito do problema, percorreu ontem a noite do baião de dois até o antigo posto do Elizeu para conferir de perto o problema.

(Foto de Kleber Barros)

15181183_1709057495983410_7550999251498102869_n

Esse projeto de iluminação, custou aos cofres da prefeitura no governo Nenzin, quase que 1 milhão de reais em parceria com o governo Roseana Sarney.

Os pontos mais perigosos atualmente devido as lâmpadas estarem queimadas, é do baião de dois até o hotel Brasão, e da metade da curva do sena até a upa e também em vários pontos do corredor da Avenida Rio Amazonas/Avenida Roseana Sarney. Do trecho que corresponde do início do ginásio Edison Lobão até o antigo posto do Elizeu, não existe uma lâmpada que não esteja queimada. Isso é vergonhoso!!!

Prefeito Eric, difícil não é consertar uma lâmpada queimada, dificilmente mesmo, foi o Nenzin e a Roseana elaborarem um grande projeto como este e construíram, deixando nossa cidade ainda mais bonita.

Vamos resolver o problema prefeito!!! São apenas 77 lâmpadas queimadas e que estão colocando em risco a vida das pessoas.

Más companhias: Gastão Vieira será substituído no FNDE, devido aproximação com Flávio Dino

O ex-deputado e ex-ministro do turismo Gatão Vieira, que atualmente ocupa o FNDE do Ministério da Educação, poderá ser substituído nos próximos dias pelo presidente Michel Temer, que pretende atender um pedido dos três senadores do Maranhão, para que Gastão Vieira seja exonerado da pasta, devido o mesmo está com relacionamentos políticos duvidosos junto ao governador Flávio Dino, inimigo do Presidente Michel Temer. Abaixo fotografia dos senadores;  Lobão, João Alberto e Roberto Rocha que pediram a cabeça de Gastão Viera;

senadores

O pedido foi inicialmente feito ao presidente, pelo senador Roberto Rocha e teve o apoio dos senadores Lobão e João Alberto, para que a troca seja efetivada. O presidente Michel Temer falou aos três senadores, que já estava planejando fazer a exoneração, devido presenciar o namoro político de Gastão para com Flávio Dino, governador este que vive em queda livre em sua popularidade no Maranhão.

O senador João Alberto (PMDB) revelou ontem(domingo) ao jornalista Marco Deça,  que a substituição do ex-ministro Gastão Vieira (PROS) do comando do Fundo de Desenvolvimento da Educação (FNDE) é um pleito de bancada.

– Há um pacto entre os senadores maranhenses de agir sempre conjuntamente. E há um mês, numa reunião com o presidente Michel Temer, Roberto Rocha (PSB) mostrou a relação de Gastão Vieira com o governador Flávio Dino e pediu a troca no FNDE. O próprio Temer disse que já estava pensando em substituí-lo – mas isso já faz mais de um mês – contou João Alberto. Abaixo, imagem de Gastão Vieira, em visita ao governador Flávio Dino no Palácio dos Leões;

gast

O senador do PMDB confirma também que o indicado de Roberto Rocha é o ex-chefe da casa Civil do Governo do Estado, Pedro Maranhão.

Quem se aproxima de Flávio Dino, só perde!!!

sabedoria_popular_chega_te_aos_bons_seras_um_deles_cheg_qkme42

 

Só Isso??? Eric Costa declarou que gastou apenas 174 mil reais em sua campanha eleitoral

O Prefeito comunista de Barra do Corda Eric Costa, que foi candidato a reeleição, declarou para a Justiça Eleitoral, que gastou apenas 174 mil reais durante a campanha para prefeito.

Para quem assistiu todos os eventos do candidato Eric Costa, até fica meio que estranho, dizer que foi gasto apenas essa pequena quantia em dinheiro na campanha de um candidato que mostrou ser uma das maiores e mais estruturantes campanha eleitoral do Maranhão.

Durante a campanha de Eric Costa, palcos foram erguidos com megas estruturas nas praças e avenidas, grandes caminhadas, como a chamada “pisadinha” foram realizadas várias vezes e com a presença de inúmeros carros de som e paredões gigantes, motocicletas fazendo parte das carreatas, centenas e centenas de carros da cidade e do interior.

A única coisa pelo visto não ocorreu na campanha de Eric Costa, foi a chamada compras de votos e de apoios das chamadas lideranças. Isso não ocorreu!!! Verdade leitor?

Então, o que se entende, é que, com menos de 200 mil reais, e com um determinado apoio, qualquer barracordense pode chegar ao trono da prefeitura de Barra do Corda, com essa merreca de gastos, que sem dúvidas toda a população “acredita” que Eric Costa gastou para se reeleger. Acreditam ou Não?

Veja abaixo a prestação de contas do comunista Eric Costa;

contas2

contas-1

Alô Prefeito!! Ministério da Saúde alerta risco de epidemia de dengue, chikungunya e vírus da zika em Barra do Corda

Blog Minuto Barra, o Blog do Gildásio Brito

Quem pensou que Barra do Corda estava livre de uma segunda epidemia de dengue, chikungunya e vírus da zika, se enganou e agora tem que redobrar os cuidados, pois o Ministério da Saúde acabou de divulgar uma pesquisa de levantamento, e mostrou que quatro municípios do Maranhão estão sob sinal de altíssimo risco para uma epidemia. Lembrando que no início de 2016, o município de Barra do Corda, foi castigado cruelmente por uma epidemia em que levou inúmeras pessoas a morte e outras centenas que até hoje estão com as sequelas. Esse sinal de risco, mostra que o Ministério da Saúde está dizendo, que a prefeitura de Barra do Corda, não está cumprindo com o dever de casa. Lamentável isso!!

aratuonline-noticias-risco-de-epidemia-de-dengue-atinge-itabuna-e-mais-10-municipios-baianos-860x400

O alerta do Ministério da Saúde, foi destaque hoje no portal G1 da Rede Globo. Veja abaixo;

Uma pesquisa do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) de 2016, realizado pelo Ministério da Saúde, divulgou que o estado do Maranhão possui atualmente 33 municípios em situação de alerta ou risco de surto de dengue, chikungunya e vírus da zika.

Desse total, estão em situação de risco os municípios de Amarante do Maranhão, Barra do Corda, São Domingos do Maranhão e São Mateus do Maranhão.

Já as cidades de Vargem Grande, Tuntum, Tutóia, Miranda do Norte, Raposa, Dom Pedro, Açailândia, São João dos Patos, Rosário, João Lisboa, Bom Jesus das Selvas, Carolina, Chapadinha, Pedreiras, Pastos Bons, Tasso Fragoso, Cururupu, Grajaú, Pinheiro, Balsas, São José de Ribamar, Imperatriz, Paço do Lumiar, Alto Alegre do Maranhão, Mirador, Barão de Grajaú, Caxias, Colinas e Pindaré Mirim estão sendo consideradas em situação de alerta.

Ainda de acordo com o estudo do LIRAa, os municípios de Araioses, Buriticupu, Arari, Estreito, Timon, Coelho Neto, Lago da Pedra, Alto Alegre do Pindaré, Barreirinhas, Bacabal, Itapecuru Mirim, Vitória do Mearim, Codó, Santa Inês, Coroatá, Itinga do Maranhão, Presidente Dutra, Santa Luzia, Viana, Zé Doca e também a capital São Luís se encontra em situação satisfatória.

A divulgação dos dados do LIRAa contou com a participação do ministro da Saúde, Ricardo Barros, que divulgou também a nova campanha para o combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya e vírus da zika. Segundo o ministro, a nova campanha chama a atenção para as consequências das três doenças e a importância de eliminar os focos do Aedes.

“Para este ano, esperamos uma estabilidade nos casos de dengue e zika. Como chikungunya é uma doença nova, e muitas pessoas ainda estão suscetíveis, pode ocorrer aumento de casos ainda este ano. Porém, para o próximo, também esperamos estabilização dos casos de chikungunya”, explicou o ministro Ricardo Barros.

Ao G1 a Secretaria de Estado e Saúde (SES) informou que o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), realizado em outubro deste ano, contempla apenas 30 municípios maranhenses em situação de alerta e que os dados na divulgação destes dados o Ministério da Saúde levou em consideração o LIRAa do mês de agosto. Confira a nota na íntegra abaixo:

NOTA

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), realizado em outubro deste ano, a situação de alerta contempla 30 municípios maranhenses. São eles: Açailândia, Alto Alegre do Maranhão, Amarante do Maranhão, Balsas, Barão de Grajaú, Barra do Corda, Bom Jesus das Selvas, Carolina, Caxias, Chapadinha, Colinas, Dom Pedro, Grajaú, Imperatriz, João Lisboa, Mirador, Miranda do Norte, Paço do Lumiar, Pastos Bons, Pedreiras, Pindaré-Mirim, Pinheiro, Rosário, São Domingos do Maranhão, São João dos Pastos, São José de Ribamar, Tasso Fragoso, Tuntum, Tutóia e Vargem Grande.

A SES esclarece que na divulgação destes dados o Ministério da Saúde levou em consideração o LIRAa do mês de agosto. A Secretaria informa também que realiza monitoramento constante, além de oferecer suporte aos municípios, principalmente em casos de surto do mosquito, inclusive por meio de busca ativa, capacitações e trabalho de campo executado por 2.512 mil agentes de endemias em todo o Maranhão. Além disso, a SES realiza a distribuição para os municípios de frascos de repelentes destinados às gestantes inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); oferta kits de trabalho de campo para o combate ao mosquito e kits com material completo de Proteção Individual (EPI) para garantir a segurança dos profissionais que fazem a aplicação dos inseticidas.

A Secretaria dispõe, ainda, de serviços de aplicação de inseticida, ampliando o número para carros equipados com as máquinas de ultra baixo volume (fumacê) usadas para a eliminação do mosquito adulto; além da promoção e distribuição de material educativos de prevenção e combate ao mosquito.

Por fim, a SES informa que está vigor a Campanha ‘Maranhão Contra o Aedes’, que prevê criações de brigadas, trabalhos de limpeza urbana, inspeções de prédios públicos e capacitações.