Mentira Feia!!! Flávio Dino afirma em seu facebook, que reconstruiu a escola Dom Marcelino em Barra do Corda

O governador Flávio Dino parece que ainda não entendeu que mentira tem pernas curtas. Nesta quinta-feira, o comunista foi bombardeado nas redes sociais por moradores da cidade de Barra do Corda.

Flávio Dino utilizou as redes sociais para afirmar que sua gestão teria reconstruído uma escola em Barra do Corda. “Mais uma escola reconstruída pelo nosso governo. Essa fica em Barra do Corda”, postou o governador, junto com duas fotos.

flavio-dino-escola

No entanto, a reação foi imediata. Vários internautas debocharam da afirmação do governador, alegando que o comunista estaria mentindo na maior cara dura, destacou o Blog do Jorge Aragão de São Luis.

dino

Após terem conhecimento da postagem do governador, moradores da cidade de Barra do Corda, e principalmente a classe estudantil reagiram a loucura e a mentira de Flávio Dino que ao menos, conhece as ações do seu governo, e pelo visto, conhecendo apenas aquilo que ele mesmo nunca construiu e nem reconstruiu. Segundo os alunos e demais moradores da cidade, disseram revoltados em resposta a postagem de Flávio Dino, que o governo do estado apenas pintou o prédio e mudou a cor do nome da escola.

Veja abaixo os disparos dos alunos e moradores contra a postagem do governador;

“Reconstruída? Quer dizer que pintar um pavilhão é reconstruir ? Kkk essa foi boa , vamos parar de enganação porque tiveram a audácia de inventar de climatizar e escola ate hoje agente morre de calor”, escreveu uma estudante da unidade.

“Pintou metade da escola e mudou a cor do nome, muito bem, bela reconstrução”, contestou outra.

Esse Flávio Dino…

captura-de-tela-2016-11-10-as-10-09-13

captura-de-tela-2016-11-10-as-10-08-06-e1478783888572

akunos

Outra moradora, foi até a escola e tirou uma fotografia da situação precária que se encontra a escola Dom Marcelino em Barra do Corda, mostrada pelo governador em seu facebook, como uma escola reconstruída pelo seu governo.Veja baixo a declaração de uma jovem;

pintura

“A gente desmonta toda essa situação que foi criada” afirma ex-secretário de Roseana

O ex-secretário de Estado da Fazenda, Cláudio Trinchão – que comandou a Sefaz durante o governo Roseana Sarney (PMDB) – fez ontem (7) duras críticas ao promotor Paulo Roberto Barbosa Ramos, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís, autor da denúncia que o coloca no centro de um organização criminosa que teria desviado R$ 410 milhões entre 2009 e 2014.

trinchao

Em entrevista ao Blog do Gilberto Léda, o ex-auxiliar da peemedebista considerou “surreal” a peça acusatória e condenou a postura do membro do Ministério Público durante entrevista coletiva.

“Ali ele foi promotor e juiz e nós fomos condenados”, declarou. “É estranho esse comportamento, extremamente midiático, e nas peças acusatórias sequer constam os detalhes. Por isso que faço questão que a imprensa acompanhe pari passu esse processo, que se aprofunde mesmo, pegue cópia de tudo, olhem os pareceres, olhem tudo, para verificar se foi feita alguma irregularidade, que a í a casa cai, a gente desmonta toda essa situação que foi criada”, completou.

Segundo Trinchão, não há qualquer ilegalidade nas compensações autorizadas pelo governo no período em que ele esteve à frente da Sefaz, porque todas foram feitas após acordos homologados pela Justiça.

“Todas as compensações foram feitas em cima, meramente, de acordos judiciais. Agora imagine: eu, secretário da Fazenda, cai no meu colo uma cópia de um acordo, que eu tenho que cumprir, eu vou fazer o que? Eu tenho que fazer o que está escrito na decisão. E a decisão determinava a compensação. E assim foi feito”, defendeu-se.

Para ele, em todos os casos o Estado obteve vantagem ao autorizar as operações de crédito. “Essas compensações foram extremamente salutares para o Estado do Maranhão. Tinha um precatório de mais de R$ 100 milhões. Tinha acordo de R$ 40 milhões, por exemplo. Como é que o Estado iria pagar esses acordos? O Estado iria deixar, então, de investir no social, na educação, na saúde, na segurança, para poder pagar em parcela única? Então, a iniciativa da Procuradoria [Geral do Estado] de tentar fazer acordos para parcelar é certamente a melhor solução para o Estado, sempre foi, porque você alonga o perfil da dívida, sendo absorvido sem impactar nas despesas correntes, inclusive folha”, comentou.

Participação do MP

Durante a entrevista, Cláudio Trinchão também levantou um questionamento sobre a mudança de postura do Ministério Público em relação ao caso.

De acordo com o ex-secretário, o MP acompanhava a consolidação dos acordos judiciais que davam ensejo às compensações e, em alguns casos, emitia pareceres favoráveis.

Além disso, acrescenta ele, houve um situação em que a Promotoria chegou a desistir de uma ação rescisória para anular um desses acordos.

“Por que o Ministério Público, naquele momento, foi favorável, acompanhou diretamente cada passo, e agora tem outra posição? O Ministério Público não pode ter duas posições, uma lá e outra cá, isso traz uma insegurança jurídica grande. Nós cumprimos aquilo que estava manifestado nos autos. O Ministério Público acompanhava todos os acordos, participou de todos, com pareceres. No caso do Santander, inclusive, desistiu da ação rescisória. Acompanhou cada acordo que foi feito, pari passu. É isso que nos traz indignação e o não entendimento do porquê dessa postura agora, se o próprio Ministério Público acompanhou passo a passo as negociações do acordo”, afirmou.

Na visão de Trinchão, ao denunciá-lo – e outras nove pessoas, dentre elas a ex-governadora Roseana – o promotor Paulo Ramos, na verdade, questiona o próprio MP e o Judiciáro, que participaram das ações que culminaram com os acordos.

“Ao contrário do que ele diz, a Fazenda não participava, não tinha nem porque participar das discussões, a gente só recebia o acordo feito. Por que o Ministério Público, naquele momento, deu aquiescência, esteve presente, acompanhou passo a passo, e agora tem outra posição? Por que esse representante do MP tem uma posição diferente. Ele está questionando, na realidade, a posição, a postura do Judiciário e do Ministério Público naquele momento, lá atrás. Mais do que a gente, ele está questionando a posição dos pares dele lá atrás, que foram absolutamente convencidos, e questionando as decisões judiciais”.

Filtros

Trinchão também se manifestou a respeito da denúncia de que teria instalado filtros no sistema da Sefaz para encobrir as operações.

“Não há filtro, nunca existiu filtro nenhum. Está tudo lá no sistema. Nós informamos ao Ministério Público em 2013. Eles perguntaram e nós passamos as informações, tanto é que as informações estão no processo”, ressaltou.

Sobre a concessão de regimes especiais a empresas, alvo de uma primeira denúncia por parte do MP, agora reiterada nas duas propostas mais recentemente, o ex-secretário disse que agiu com amparo legal.

“Há uma lei que prescreve a possibilidade de o secretário de Fazenda conceder regimes especiais. Está na lei, lei vigente. Todos os atos praticados foram em prol do Estado, isso a gente prova por A mais B, inclusive na própria defesa. A política que nós adotamos colocou o Maranhão entre os estados com a maior arrecadação, quando não do Nordeste, entre os primeiros do Brasil, o que mostra que a política que nós adotamos de atração de empresas, geração de empregos e fomento da cadeia produtiva foi em prol do Estado”, declarou.

Para ele, a adoção dessa política favoreceu a arrecadação estadual. “Foi mostrado por A mais B que durante nossa gestão a arrecadação foi sempre crescente, apesar de pegarmos a crise de 2009 e 2010, que não foi fácil, mas nós sempre nos colocamos entre os maiores crescimentos da Região Nordeste e do Brasil. Nada foi feito de irregular”, concluiu.

Crescimento de Roseana é motivo do desespero de Flávio Dino…

A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) é o motivo de todos os pesadelos do governador Flávio Dino (PCdoB).

Calada, isolada e praticamente sem nenhuma movimentação política, ainda assim Roseana avança fortemente na preferência do eleitorado do interior maranhense; e Flávio Dino (PCdoB) sabe disso.

Prestes a se livrar definitivamente das acusações da Operação lava Jato – a Polícia Federal já recomendou, inclusive, o arquivamento da ações contra ela – a ex-governadora se prepara para começar a movimentar o Maranhão, a partir de 2017.

flavioeroseana

E é exatamente isto que Flávio Dino não quer.

Sabendo que Roseana nada tem a ver com a lava Jato, o comunista tenta inventar uma ação que possa criar embaraços para a adversária.

Seu aparelho de segurança pública funciona no moldes comunistas, perseguindo qualquer um que se atreva entrar em seu caminho; e com Roseana Sarney não é diferente.

Com forte penetração no Judiciário, Dino manipula também setores da magistratura e do Ministério Público para alcançar o seu intento.

É somente assim que ele imagina manter-se no poder a partir de 2018.

Quando a “mudança” pregada por ele já não terá mais efeito emocional sobre o eleitor…

 

Por Marco Deça

Samuel Jorge, uma figura jovem, que poderá ser conduzido em 2018 para a Assembleia Legislativa

O Jovem Samuel Jorge, filho do saudoso deputado e ex-prefeito de Lago da Pedra Waldir Filho e que também é sobrinho da atual prefeita de Lago da Pedra Maura Jorge, umas das mulheres de grande envergadura na política Maranhense, surge e aos poucos vai tendo seu nome adentrando nas regiões de todo o estado para um grande projeto político nas eleições de 2018 como pretenso candidato ao cargo de deputado estadual.

13244618_1013483682062994_880703121833027429_n

Samuel Jorge, é atualmente estudante de Direito, e preside a juventude estadual do PSDB e desde a campanha eleitoral deste ano, Samuel fez questão de comparecer em vários palanques de candidatos a prefeito em inúmeros municípios com um discurso bastante contundente, como foi na cidade de Grajaú em apoio a Mercial Arruda, prefeito eleito daquele município.

A Assembleia Legislativa do Maranhão, nos últimos anos, vive uma carência em não possuir de fato um parlamentar que tenha projetos e propostas voltados para a juventude do Maranhão, e com isso, a juventude se articula em todo o estado, para nas eleições de 2018, escolherem representantes jovens que possam ser eleitos para o cargo de deputado estadual, e antes mesmo de chegar o ano de 2018, Samuel Jorge surge como uma das grandes e melhores opções para a AL-MA.

Samuel Jorge, foi uma peça de grande importância, para a vitória de Laércio Arruda, prefeito eleito de Lago da Pedra, a qual também é seu tio.

É como diz Samuel “o lugar de jovem, é na política”

14233244_1093469830731045_332844375932158814_n14358802_1098285323582829_2073680601134110757_n

 

Blog Minuto Barra, o Blog do Gildásio Brito.

 

Temendo a entrada de Roseana na disputa de governo em 2018, Flávio aumenta a “porrada” contra ex-governadora

Desde que assumiu o governo do Maranhão em 1º de janeiro de 2015, Flávio Dino (PCdoB), mantém um fantasma em sua rotina diária. Roseana Sarney (PMDB) é o grande pesadelo do comunista, tanto que nem um dia do seu governo, a ex-governadora deixou de ser atacada por suas palavras ásperas ou pelos seus asseclas. O Palácio dos Leões monitora a avaliação da administração estadual e tem tomado conhecimento de que a peemedebista pode ocupar os espaços onde Dino vem sendo rejeitado.

dinopensativo-247x300roseana_sarney_2

Conhecedor dessa realidade, a ordem de Flávio Dino é “aumentar a porrada”contra a ex-governadora, por isso todos os instrumentos necessários e a disposição vão ser usados para acusar Roseana de atos de corrupção. Até o momento nada foi comprovado contra a ex-governadora, apenas acusações que não possuem nenhuma consistência.

De forma inteligente, Roseana se mantém calada esperando o avanços das investigações na Operação Lava Jato e também a série de absurdos que estão sendo praticados no Maranhão.

A ex-governadora vai voltando a ocupar os espaços necessários para se cacifar a entrar na disputa de 2018, alguns aliados garantem: “Roseana é candidata a governadora superada essas coisas. Flávio sabe que não está bem no interior e ele sabe que quem ocupa esse vazio“. 

Enquanto isso a guerra entre Flávio Dino e seus fantasmas vai se ampliando, porém cabe avaliar que é o próprio comunista o responsável por trazer a vida desses fantasmas…

 

Fonte: Blog do Diego Emir

CONFESSANDO O PECADO:“Não fui feliz”, diz promotor após antecipar decisão contra Roseana

O promotor Paulo Ramos, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e autor da denúncia contra dez acusados de conceder compensações de créditos tributários ilegais a empresas – dentre eles a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) – fez hoje (5) uma espécie de mea culpa depois de aparentemente antecipar a decisão da juíza Cristiana Leite, da 8ª Vara da Fazenda Pública de São Luís.

Por meio de sua página no Facebook, ele reconheceu que não foi “feliz” ao se referir ao tal acordo e tentou culpar a imprensa – a quem acusou de má-fé – pela divulgação da declaração.

“Ouvindo agora a coletiva da qual participei, reconheço que não fui feliz em uma ou duas declarações”, escreveu.

A magistrada recebeu a denúncia na sexta-feira (4), mas na quinta (3) o promotor já havia citado um “acordo” para que a decisão fosse tomada justamente um dia depois.

“Eu não disse que não fiz. Eu fiz. Eu só não quero antecipar, porque perde o sentido. Já que vai ser decidido na sexta, até por um o acordo que fiz com a juíza, então vou esperar a manifestação em respeito a ela”, declarou.

O posicionamento antecipado do membro do MP não foi bem recebido entre juízes.

Abaixo a íntegra da manifestação de Paulo Ramos.

 

Blog do Gilberto Leda

Roseana Sarney reage a ação do MP: “ambição política”

A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) emitiu nota por meio da qual comenta a recente ação do MP que a coloca no centro de um suposto esquema de concessão de isenções fiscais na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), apontado pela 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís, que tem como titular o promotor Paulo Roberto Barbosa Ramos.

17/01/2013. Crédito: Honório Moreira/OIMP/D.A Press. Brasil. São Luis - MA. Governadora Roseana Sarney, lança programação do Carnaval 2013, durante coletiva á imprensa.

Roseana vê “ambição política” na ação.

Leia abaixo o comunicado.

“Tenho absoluta convicção de que todos os meus atos foram tomados dentro da mais absoluta legalidade. Não houve qualquer ato meu que não tivesse o parecer da Procuradoria-Geral do Estado do Maranhão, que deve ser o trâmite normal de um governador. Agi dentro das muitas funções que cabem ao líder do Executivo, sem parcialidade ou intenções pessoais. Não imaginei que a ambição política no Maranhão chegasse a esse ponto, de atacar covardemente e denegrir adversários. Nunca tive essa postura em minha vida pública”

 

Fonte: Gilberto Leda

E AGORA? Supremo Tribunal decide que réus não podem ocupar o cargo de presidente na Câmara e no Senado

A maioria dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) votou a favor de que réus no Supremo não possam ocupar as presidências da Câmara ou do Senado, cargos que estão na linha direta de substituição do presidente da República. O julgamento foi interrompido nesta quinta-feira (3) após o ministro Dias Toffoli pedir vista do processo.

O pedido de Toffoli interrompeu o julgamento após seis dos oito ministros que participavam da sessão votarem a favor da ação. Não há prazo para que o caso volte à pauta de julgamentos do Supremo. O tribunal possui 11 ministros.

15_29_54_745_file

A ação pode, em tese, ameaçar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que é investigado em inquéritos ligados à Operação Lava Jato, e já teve denúncia oferecida contra ele por acusação de ter tido despesas pessoais pagas por uma empreiteira. No entanto, o STF ainda não abriu processo contra Renan e ele não é réu. O mandato de Renan na presidência do Senado termina em fevereiro.

O relator da ação, o ministro Marco Aurélio, iniciou a votação favorável à proibição de que réus ocupem os cargos da linha sucessória da Presidência da República. “Aqueles que figurem como réu em processo crime no Supremo Tribunal Federal não podem ocupar cargo cujas atribuições constitucionais incluam a substituição do presidente da República”, afirmou o relator.
Marco Aurélio foi acompanhado pelos ministros Edson Fachin, Teori Zavascki, Rosa Weber, Luiz Fux e Celso de Mello. O ministro Luís Roberto Barroso se declarou impedido de participar do julgamento “por motivo pessoal”, segundo afirmou. Os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski não participaram da sessão.

Alô Prefeito!! Professores concursados começam a reclamar do atraso no pagamento dos salários

Os  professores concursados da rede municipal de ensino em Barra do Corda, estão reclamando do atraso no pagamento do salário que até hoje, 4 de novembro, o mesmo ainda não caiu nas contas da Caixa Econômica Federal.

Muitos professores, possuem empréstimos consignados nos bancos com desconto em folha, e com isso os juros aumentam devido a demora no pagamento dos salários, sem contar que muitos deles acabam tendo o nome levado ao SPC E SERASA.

Desde o dia 28 de outubro, o governo federal, enviou aos cofres da Prefeitura de Barra do Corda, o dinheiro do FUNDEB, que é destinado para o pagamento dos professores. O total destinado desde o dia 28, na qual o governo federal antecipou o envio para que o dia do servidor público fosse presenteado com o pagamento de seus salários, foram destinados a Barra do Corda quase 4 milhões de reais, sendo exatamente R$ 3.544.431,47 como mostra abaixo o extrato do Banco do Brasil com o valor repassado.

sem-titulo

Hoje, 4 de novembro, os professores estão com seus bolsos lisos, os juros nos bancos subindo devido os empréstimos com desconto em folha, e o dinheiro nada de chegar até as contas.

O Blog deixa aqui o espaço aberto, caso o setor financeiro da prefeitura de Barra do Corda queira se manifestar.

EXCLUSIVO!! Professor Jaile, vereador eleito, concede entrevista ao Blogueiro Gildásio Brito

O Blog Minuto Barra, de propriedade do Blogueiro Gildásio Brito, entrou em contado com o Professor e vereador eleito Jaile Lopes, para que o mesmo concedesse uma entrevista ao Blog, e o convite foi aceito.

Professor Jaile Antonio Lopes dos Santos, foi eleito vereador pelo PEN com 41 anos de idade, é Biólogo, nasceu em Barra do Corda, e é professor do ensino fundamental e médio.

img-20161103-wa0020

Confira abaixo:

Pergunta Gildásio Brito:

Professor Jaile, sabemos da sua atuação na área da educação em Barra do Corda durante alguns anos. O que lhe impulsionou a entrar na política, onde a corrupção vem atuando de forma intensa?

Resposta:

Todas as mudanças acontecem, primeiramente, no campo da política. A política é o cérebro de tudo. Como entendedor da educação, conheço os avanços, os receios e os entraves para uma educação pública de qualidade. Sei também que a força sindical foi determinante em alguns aspectos da educação municipal e estadual. No entanto, se o legislativo tivesse sido incisivo, poderíamos ter avançado mais.

Sei que como legislador articulado com os demais vereadores, poderei interferir na garantia da gestão democrática das escolas, na valorização dos professores, no cumprimento do Plano Municipal de Educação.

No que se refere à corrupção, ela esta presente em todos os países, em todos os segmentos sociais. Ser corrupto ou não é uma questão de estilo de vida, de princípios, de concepções de mundo. E uma experiência pessoal.

 Pergunta Gildásio Brito:

Quais conquistas o sindicato dos professores teve durante os últimos dez anos, e que o senhor acha que é motivo para comemorar devido o empenho da classe?

Resposta:

A implantação dos programas PROCAD/PQD que levaram muitos professores leigos aonível de graduação. Em todo Maranhão.

O Estatuto do Educador na rede estadual, conferindo garantias como as mais recentes: unificação e ampliação da matrículas.

A implantação das 13 horas na rede estadual e nos municípios como, por exemplo, de nossa regional (Barra do Corda, Jenipapo dos Vieiras, Grajaú, Itaipava do Grajaú e Fernando Falcão)

A eleição direta de diretores na rede estadual. A compra do terreno e a construção da Sede Social do SINPROESEMMA/BDC, e a festa do educador em todos os anos de nossa gestão, dentre outras.

Pergunta Gildásio Brito:

Sabemos que o senhor era de um partido que estava coligado com o candidato a prefeito Eric Costa que foi reeleito. Mesmo estando em um partido coligado ao prefeito, o senhor não subiu no palanque do mesmo para pedir votos. Porque se comportou dessa maneira?

Resposta:

A coligação na proporcional tudo indica que vai deixar de existir na reforma política. Já a reforma na majoritária, como você é sabedor, é compulsória e depende do consenso dos presidentes de partido.

Optei por fazer minha campanha de pé no chão, no contato com o eleitor. Aprendi que na campanha de 2012 que subir em palanque não traz voto para o candidato a vereador. Ao contrario, diminui o tempo no qual o candidato estava no corpo a corpo com os eleitores. Ademais, meu eleitorado era heterogêneo. Permeava os três candidatos a prefeito. Apoiar qualquer um seria subtrair votos.

 Pergunta Gildásio Brito:

Qual será a sua postura e comportamento na câmara municipal pelos próximos quatro anos?

Resposta:

De legislador do povo, construindo pauta para um mandato com a participação popular.

Pergunta Gildásio Brito:

Falando de forma direta e bem clara, o senhor será oposição ou base governista?

Resposta:

Serei livre como sempre fui em toda a minha vida pública. Sou avesso a rótulos.

Pergunta Gildásio Brito:

O Senhor acha louvável na câmara municipal, na próxima legislatura ter uma oposição firme e consolidada, já que a eleição para prefeito dividiu o eleitorado ao meio em Barra do Corda?

Resposta:

Já dizia Nelson Rodrigues: “A unanimidade é burra”.

Um pai, um professor, um político são todos seres humanos. São cheios de sonhos, vaidades, imperfeições. Isso não me exclui e nem a você. Na vida, precisamos ser advertidos vez por outra. Uma oposição que seja ética será, sem dúvida, atuante e fundamental.

Pergunta Gildásio Brito:

Professor Jaile, participamos de um processo eleitoral neste ano, com o prefeito Eric Costa buscando sua reeleição e com o apoio em peso do governo do estado e de 12 vereadores na câmara municipal. Pelo outro lado, surgiu o nome de Júnior do Nenzin que por pouco não venceu a disputa. Qual análise o senhor faz dessa disputa que ocorreu e qual mensagem a população quis repassar aos políticos de Barra do Corda?

Resposta:

Entendo que a sociedade barra-cordense esta ficando mais politizada e exigente. Ao mesmo tempo em que quer um representante simpático, carismático e acessível, quer também um político atuante.

Pergunta Gildásio Brito:

Pretende se candidatar ao cargo de Presidente da Câmara Municipal em 1° de janeiro de 2017?

Resposta:

Não

Pergunta Gildásio Brito:

A população reconduziu três professores para a câmara municipal, Alcenor Nunes e Graça do Ivan, e lhe elegeu também como professor para o seu primeiro mandato. Com três professores eleitos vereadores em Barra do Corda, a classe pode-se dizer a grande vitoriosa nesse pleito?

Resposta:

Elegeu também Elias que é professor da rede municipal. Não diria vitoriosa. Diria que terá, no mínimo, mais força para cobrar, criticar. Existe uma diferença acentuada entre ser professor e ser militante da educação. De estar nos movimentos sociais dos educadores; de oferecer a cara à tapa de estar apto a se indispor e perder vantagens e apoio para lutar pelos trabalhadores em educação, de abrir mão de bens pessoais. No entanto, de minha parte irei buscar apoio de cada um dos professores eleitos para fortalecer a categoria.

 

Pergunta Gildásio Brito:

A câmara municipal sofreu uma renovação nas eleições de 2 de outubro. Dos 17 com mandatos, 15 disputaram a reeleição e apenas 9 foram reeleitos, 6 perderam a eleição, e dois não disputaram e apoiaram um candidato, como foi o caso da vereadora Nilda e Chico do Rosário que apoiaram o candidato Aurean Barbalho e o mesmo foi vitorioso, ou seja, oito deixarão a câmara em 31 de dezembro. A população reprovou o comportamento de muitos vereadores na câmara durante os quatros anos?

Resposta:

As urnas são a resposta para todas as incertezas de campanha. Elas avalizaram uns e excluíram outros. Embora saibamos que o sistema eleitoral condiciona a vitoria a coligação e ao coeficiente eleitoral.

 

Finalizando, faça seus agradecimentos, e obrigado por conceder essa entrevista ao Blog Minuto Barra.

Quero agradecer primeiramente a Deus e a minha família. Agradeço à diretoria do SINPROESEMMA/BDC em especial ao SINPROESEMMA/SL, na pessoa do nosso presidente eleito a vice- prefeito de São Luis Julio Pinheiro que plantou a semente desse meu projeto político, aos “amigos do professor Jaile”, um grande time que foram meus cabos eleitorais natos, aos grêmios estudantis e demais apoiadores. E um agradecimento especial aos meus 782 eleitores que votaram nas minhas propostas e me conduziram à condição de vereador eleito, esses eleitores foram: muitos professores que aprovaram minha atuação de sindicalista e projetaram que seria de boa atuação como vereador; ex-alunos e alunos que me reconhecem como professor gabaritado para sala de aula e vislumbraram igualmente para vereador; e as demais pessoas que mesmo sem me conhecer admiram meu trabalho como professor, sindicalista por meio do radio e da TV.

 

Governo Dino paga transporte escolar indígena para alunos inexistentes em Barra do Corda

Representantes de várias tribos indígenas de Barra do Corda e outras cidades, encaminharam uma denúncia gravíssima para que o Blogueiro Caio Hostilio publicasse em seu blog, para chamar atenção das autoridades, lembrando que esta semana o Blog Minuto Barra alertou quanto as ameaças dos índios em derrubarem as torres da Eletronorte em Barra do Corda, podendo ocorrer um apagão no Maranhão e todo o Nordeste.

transporteindigena

Representantes das tribos indígenas enviaram a denúncia abaixo e esperam que a Controladoria Geral da União e o Ministério Público Federal apurem com a maior brevidade possível o caso que se segue. Segundo relato, o governo do Estado do Maranhão contratou transporte escolar indígena para 9 mil alunos inexistentes e que por esse fato os índios partiram para derrubar uma torre da linha de transmissão de energia em Barra do Corda, conforme vídeo abaixo:

Bom dia, Caio!

Essa manifestação indígena é contra o Governo do Estado.

A Seduc no Governo Flávio Dino contratou empresas de Transporte escolar indígena para transportar alunos inexistentes para o ano letivo de 2015/2016.

Em 2015 o Governo Flávio Dino editou um decreto que REGULAMENTAVA o transporte escolar indígena.

Esse acordo não existiu quando ele assinou o decreto através da Seduc contratou empresas para atender 15 mil alunos e depois de várias denúncias o novo Secretário fez esse ano uma fiscalização em “in loco” e foi constatado, segundo relatório, que foram beneficiados quase 9 mil alunos inexistentes.

O agravante dessa denúncia é que além do Governo ter contratado empresas para transporte escolar indígena de alunos inexistentes deixou de oferecer transporte escolar indígena para todos os alunos no ano letivo de 2016 deste de fevereiro, mesmo sendo de conhecimento do MPF.

Às regiões são Barra do Corda, Jenipapo dos Vieiras, Grajaú, Arame, Amarante, Sta Inês e Bom Jesus da Selvas.

Seria importante pegar o decreto da regulamentação desse serviço e da revogação do próprio decreto e pegar no portal da Transparência às empresas que receberam a metade desses contratos FRAUDULENTOS assinados pela Seduc na gestão Flávio Dino.

Os 50% recebidos pelas empresas giram entorno de R$ 5 milhões.

Tudo isso é o porquê dos indígenas querem derrubar às torres de transmissão de energia, conforme o vídeo. img-20161102-wa0005img-20161102-wa0004img-20161102-wa0006img-20161102-wa0007

Eis a prova!!! Veja o vídeo onde Roseana afirma que foi o prefeito Adailton que pediu a estrada de Fernando Falcão

O Blog Minuto Barra, de propriedade do Blogueiro Gildásio Brito, publicou ontem uma matéria falando da rapidez na conclusão das obras de pavimentação da MA-272 que liga Barra do Corda a Fernando Falcão, e o blog afirmou que essa pavimentação só ocorreu, devido ao grande esforço do prefeito de Fernando Falcão Adailton Cavalcante que muito lutou junto a então governadora Roseana Sarney para que esse grande sonho fosse concretizado. A oposição não satisfeita, usaram as redes sociais logo após a publicação da matéria, onde afirmaram que não foi Adailton que conseguiu a estrada, e afirmaram que foi o prefeito de Barra do Corda e o governador Flávio Dino. MENTIRA!!! A estrada foi conseguida pelo prefeito Adailton Cavalcante junto a governadora Roseana, e foi iniciada ainda no governo de Roseana e a mesma pavimentou 50% da estrada e logo em seguida passou o comando do governo para Flávio Dino.

Roseana Sarney, ainda no mandato de governadora, veio a Barra do Corda para anunciar algumas obras na cidade, como também inaugurou a estrada que liga a Br-226 a cidade de Jenipapo do Vieiras e o hospital de 20 leitos, e no mesmo dia, Roseana inaugurou também o hospital de 20 leitos em Itaipava do Grajaú, isso ocorreu no dia 14 de junho de 2013, quando no momento de seu discurso, em frente ao prédio da prefeitura de Barra do Corda, a então governadora agradece a presença dos prefeitos da região e disse; “hoje quando eu inaugurava a estrada de Jenipapo dos Vieiras, o prefeito de Fernando Falcão me olhava com o olho cumprido  e me dizia; e a minha governadora?E eu disse a ele; vamos fazer ela também”. Veja o vídeo abaixo de Roseana afirmando que foi o prefeito Adailton que pediu a pavimentação da estrada que liga Barra do Corda a Fernando Falcão;

Aproveite também ao assistir o vídeo, e veja a felicidade do prefeito Eric Costa e de sua esposa, aplaudindo Roseana na porta da prefeitura, e aplausos merecidos, pois ela liberou para ele vários convênios nos dois primeiros anos de seu mandato de prefeito(2013-2014). Apesar que o prefeito Eric foi muito ingrato ao que Roseana fez por ele.

SINAL DE ALERTA GERAL: Índios ameaçam derrubar as torres da Eletronorte em Barra do Corda

Por essa ninguém esperava na região de Barra do Corda,Grajaú e Jenipapo dos Vieiras que ficam no centro do Maranhão.

Índios Guajajaras, que residem na reserva Canabrava que fica às margens da BR-226 entre as cidades de Barra do Corda e Grajaú, deram um sinal de alerta geral para a população e autoridades no último dia 28 de outubro, que, caso, as revindicações deles não sejam atendidas pelo governo, os mesmos derrubarão as torres de transmissão de energia elétrica da Eletronorte e com isso poderá provocar um apagão geral em todo o Maranhão e na região Nordeste que abrange um total de 9 estados.

14600914_1310328522353133_8887843600148446937_n

O Sinal de alerta, ocorreu na página no Facebook da Aldeia Coquinho, onde os mesmos até iniciaram o desparafusamento de uma das torres de transmissão como se pode ver também em um vídeo abaixo.

sem-titulo

“Os Guajajaras a qualquer momento vão derrubar as torres, nós índios estamos dando um prazo de cinco dias para as autoridades responsáveis comparecer na Aldeia Coquinho com a decisão em mãos que tudo será decido na aldeia juntos com nós indígenas. E que esse recurso vem nos favorecer de imediato os nossos parentes índios Guajajaras”. Afirmou um líder do movimento indígena.

 

Prefeito Adailton Cavalcante comemora os avanços para a conclusão das obras na MA-272

O prefeito de Fernando Falcão Adailton Cavalcante, que foi reeleito para o seu segundo mandato com mais de 60% dos votos, e assim, derrotou o grupo de oposição liderado pelo candidato Benilson Pedra que tentava chegar ao comando da prefeitura daquele município, comemora os avanços para a conclusão do asfaltamento da MA-272.

O asfaltamento da MA-272 que liga Fernando Falcão a Barra do Corda, foi uma luta do prefeito Adailton junto a então governadora Roseana Sarney, para que os 112 km até Barra do Corda fossem asfaltados. Adailton por inúmeras vezes bateu na porta do gabinete de Roseana no Palácio dos Leões, e a mesma sempre garantia de que, a estrada seria pavimentada.

Com extensão de 112 km, a Estrada Barra do Corda – Fernando Falcão é uma antiga reivindicação dos municípios e beneficiará cem mil pessoas que vivem na região. Foto: Divulgação

No início de 2014, a governadora Roseana Sarney atendeu o pedido do prefeito Adailton Cavalcante e iniciou a obra tão almeja pelo povo de Fernando Falcão e Barra do Corda, com um investimento de quase 80 milhões de reais.

Ao deixar o governo em dezembro de 2014, Roseana entregou a obra em andamento para o governador Flávio Dino, com 50% da mesma concluída, e devido todo o processo licitatório ter sido realizado como manda as regras, a obra não parou com a mudança de governo e já se encontra 80% concluída e em pouco menos de 10 meses, a mesma será inaugurada pelo governo do estado.

Roseana ao deixar o governo em 2014, asfaltou várias estradas na região de Barra do Corda, como por exemplo a MA que liga a BR-226 a cidade de Jenipapo dos Vieiras em um total de 20km, a estrada que liga a BR-226 a Itaipava do Grajaú totalizando 78km, e no seu segundo mandato de governadora no ano de 1999, Roseana realizou o maior sonho da população que abrange as cidades de Barra do Corda, Jenipapo dos Vieiras e Grajaú, asfaltando os 270 da BR-226 até a cidade de Porto Franco, mesmo a rodovia sendo de responsabilidade do governo federal, Roseana pediu autorização ao então Presidente da época Fernando Henrique Cardoso, e o mesmo a autorizou asfaltar a rodovia com um investimento milionário, e depois o governo do estado recebeu o dinheiro investido na estrada por parte do governo federal.

O prefeito Adailton, conseguiu desde o seu primeiro mandato, inúmeras obras para Fernando Falcão, dentre elas a construção do hospital de 20 leitos, construído pela governadora Roseana e inaugurado em 2014.

Um pequeno homem, mudando a história de uma cidade. Parabéns prefeito Adailton por todas as conquistas!!

 

VIXE!!! Prefeito de Grajaú renuncia ao mandato

Depois de nem disputar a reeleição, o prefeito da cidade de Grajaú, Júnior de Sousa Otsuka, surpreendeu a população da cidade ao anunciar, nesta segunda-feira (31), sua renuncia ao cargo de prefeito.

Otsuka ficou como gestor de Grajaú durante três anos e dez meses, mas se despediu do cargo nesta segunda-feira, faltando ainda sessenta dias para o término do mandato.

prefeito-de-grajau-ao-lado-de-flavio-dino

Com a decisão de Otsuka, que parece ter se decepcionado com a política, quem assumirá o cargo é o vice-prefeito Abmael Neto, que nos dois próximos meses será o prefeito de Grajaú. A posse do novo prefeito acontece ainda nesta segunda-feira na Câmara de Vereadores.

A partir de 1º de janeiro de 2017 quem assumirá ao cargo, ou melhor voltará ao cargo, pois já foi prefeito por quatro mandatos, será Mercial Lima, eleito nas eleições deste ano com ampla maioria dos votos da população de Grajaú e contou com o apoio da ex-governadora Roseana Sarney que esteve em seu último comício realizado no dia 29 de setembro.

Assim que assumiu em Grajaú em 2013, o prefeito Otsuka informou a redução do seu salários de R$ 22 mil para R$ 18 mil, o que causou desconfiança na população. “Só reduz salário quem pensa em ganhar muito de outra forma”, brincavam os internautas da cidade.

Com a má gestão e a péssima avaliação, Otsuka renunciou inicialmente a condição de candidato à reeleição e declarou apoio para a candidata do governador, Simone Limeira, do PCdoB. O Governo do Estado gastou os tubos em Grajaú, investiu pesado, além dos recursos da prefeitura até com a contratação de pessoas para trabalhar na campanha.

Simone perdeu e feio a eleição para Marcial Arruda que obteve 56,01% dos votos contra 40,69 para a candidata do governador. Ou seja: Otsuka foi uma cerca velha, cai e derrubou os outros.

O prefeito deixa o cargo com mais de quatro meses de salários dos contratados em atraso, além de já ter demitido centenas sem pagar, sem contar que deu posse para quem não foi concursado.

 

Veja abaixo a carta do prefeito Otsuka enviada ao Presidente da Câmara Municipal de Grajaú.

fullsizerender-6

fullsizerender-8

fullsizerender-7

 

 

O que foi feito? Eric Costa recebeu só em 2016 quase 100 milhões de reais

O prefeito Eric Costa do PCdoB, recebeu só nestes 10 meses do ano de 2016 quase 100 milhões de reais em transferências constitucionais que foram destinados a prefeitura de Barra do Corda.

Em todo o município, não existe uma obra sendo construída com recursos da prefeitura municipal, e com isso vem a grande pergunta; O que o prefeito Eric Costa fez com quase 100 milhões de reais apenas nestes 10 meses de 2016?

prefeito-eric-costa-e-a-primeira-dama-bruna-e1455144287297

Veja abaixo os dados do Portal da Transparência do Governo Federal;

sem-titulo

 

PT sai como o grande derrotado nas urnas, e PSDB elege maior número de prefeitos

Desempenho dos partidos

O PSDB vai governar 34,4 milhões de eleitores a partir de 2017, segundo levantamento do G1 com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A soma equivale a 24% do total do eleitorado, de 144 milhões.

Em seguida aparecem o PMDB, com 20,6 milhões, o PSB, com 11,8 milhões, e o PSD, com 9,72 milhões de eleitores. Juntos, os quatro partidos governarão 53% do eleitorado brasileiro.

Em comparação com a eleição de 2012, houve avanço do PSDB que, naquela eleição, aparecia em terceiro lugar em número de eleitores, atrás do PT e PMDB.

O PT passou de 27 milhões para 4,36 milhões de eleitores. O PMDB continua na segunda posição, com um total de 20,6 milhões.

Já em número de habitantes, que é maior que o de eleitores, o PSDB governará 48,3 milhões de pessoas, seguido do PMDB, com 28,7 milhões, PSB, com 16,5 milhões e PSD, com 13,4 milhões.

O PT que em 2012 conquistou 27 milhões de votos nas eleições municipais daquele ano, agora o partido de Lula e Dilma governará apenas 6 milhões de pessoas. O partido sai como o grande derrotado nas urnas e não conseguiu eleger nenhum de seus candidatos a prefeito neste segundo turno no Brasil.

O PSDB de Aécio Neves que hoje é aliado ao governo Michel Temer, se fortaleceram para a disputa presidencial de 2018, se tornando os partidos que mais elegeram prefeitos nas eleições de 2016.

Cantora Marília Mendonça é humilhada em aeroporto por deitar no chão

A cantora Marília Mendonça fez desabafo nas redes sociais, neste sábado (29), após ser repreendida por deitar no chão de um aeroporto. “Se você me vir de rosto vermelho hoje por aí, não se preocupa não… É tristeza por saber que ainda existe gente assim”, lamentou ela, ao narrar a forma como foi tratada pela funcionária do local.
De acordo com o relato, deletado menos de meia hora depois, ela estava no Aeroporto Internacional de Guarulhos – São Paulo para fazer uma conexão para Vitória, no Espírito Santo, onde fará show neste sábado. A cantora havia se apresentado em Uberlândia, interior de Minas Gerais.
hdsertanejo-marilia-mendonca
“Três horas de conexão para que fôssemos para Vitória, então me deitei no chão pois não suportava mais o cansaço, e, do meu jeitinho, arranjei um canto ali no chão frio mesmo. Fui levantada no maior desaforo e ignorância que já recebi de alguém… Quase chutada, acordei assustada, me desculpei mesmo assim e disse que em Brasília ninguém nunca tinha dito nada”, escreveu ela, que é de Cristianópolis, em Goiás.
 

A cantora sertaneja disse não ter tido tempo para descansar após o show em Uberlândia. “A tristeza grande do meu coração  é saber que as pessoas batalham tanto para conseguir seus empregos dignos para, depois que conseguem um cargo bom, tratar os outros feito lixo! O respeito cabe em qualquer lugar desse mundo. Entenda os motivos, procure saber, não julgue pela aparência de cansaço ou por estar ali atirada no chão! Você não sabe e nunca vai saber da minha luta, moça!”, disparou.

Procurada pelo Viver, a assessoria de imprensa do Aeroporto de Guarulhos informou que é procedimento padrão abordar passageiros que estão deitados no chão e encaminhá-los para locais oficiais de descanso. Eles ainda afirmaram que vão apurar o caso relatado pela cantora sertaneja.

Com apenas 21 anos Marília Mendonça é considerada uma das principais vozes do sertanejo atual e conhecida como um dos ícones do movimento com letras protagonizadas por mulheres. Em pouco mais de um ano de carreira, Marília foi apontada como a oitava artista brasileira mais ouvida no YouTube mundial. Ela começou como compositora de músicas gravadas por Jorge e Mateus, Henrique e Juliano, Cristiano Araújo e Wesley Safadão.
 
No mês passado, ela gravou o segundo DVD da carreira, Realidades, em Manaus, capital do Amazonas, para público de 40 mil pessoas. A primeira faixa lançada no YouTube é Sei de cor, que contabiliza mais de 69 milhões de visualizações no YouTube. A sertaneja fez dois shows em Pernambuco na semana passada: ela cantou no Festeja Recife, no Centro de Convenções (Olinda), no sábado (21) e em Igarassu, no Cruz de Rebouças em Festa, na quarta-feira (19).
 
Ela já tem duas datas confirmadas para voltar ao estado. Ela está escalada para o primeiro dia do Tamandaré Fest, no Litoral Sul pernambucano, em 7 de janeiro, junto com Aviões do Forró, Henrique & Juliano, Avine Vinny e Firma. No carnaval, ela é atração do camarote Carvalheira na Ladeira, em Olinda, no domingo da Folia de Momo.
 

Coincidentemente, a atriz e cantora recifense Clarice Falcão compartilhou uma foto na qual está deitada em cadeiras do Aeroporto Eurico Salles, em Vitória. O namorado dela, Guilherme Guedes, está no chão, deitado, usando o computador. Uma foto do escritor Ariano Suassuna descansando no intervalo de uma viagem fez sucesso nas redes sociais. Ele era adepto da prática, comum aos viajantes.

Confira o depoimento da cantora publicado no Instagram na íntegra:

O grande silêncio aliado a revolta quanto ao resultado das eleições em Barra do Corda

Barra do Corda participou de um processo eleitoral neste ano de 2016 como nunca visto antes na história do município.

Uma disputa entre três candidatos, mas a mesma se concentrou de forma visível entre apenas dois. De um lado, um candidato de primeira viagem, onde seu nome surgiu da manifestação popular, mas tendo no passado, seu pai como vereador e prefeito por três vezes no município, e também tendo um irmão com cinco mandatos consecutivos de deputado estadual. Isso influenciou em parte na candidatura de Junior do Nenzin? Talvez nem tanto, mas devemos em parte levar em conta o peso político dos mesmos, principalmente de seu pai Nenzin.

Por outro lado, tivemos o atual prefeito concorrendo sua reeleição com a máquina e os cofres públicos em suas mãos, sem esquecer do apoio  do governo do estado que colocou todo o aparato de poder, a disposição do candidato Eric Costa em Barra do Corda.

Com isso chega o período da campanha eleitoral, Junior do Nenzin e Jaine Milhomem tinham com eles, apenas o apoio do povo, que com muita coragem, bateram de frente com a opressão do poder público municipal e com a força total do governo do estado em todos os sentidos em favor de Eric Costa.

A população foi obrigada  a assistir  a chamada covardia do pleito eleitoral, desde as forças que estavam em favor do prefeito, como também a forma que se findou a disputa.

O povo de Barra do Corda desde o resultado das eleições, não tem questionado o que as urnas disseram, pois as urnas estavam prontas apenas, para receberem os votos e no final dizer o resultado. Até aí tudo bem, até esse ponto ninguém questiona a legitimidade do resultado e de quem venceu, o que a população em grande parte questiona, é a forma de como estes votos que fizeram a diferença, chegaram nas urnas. O uso da máquina pública era visível aos olhos, o uso do poder do governo do estado contra o candidato Junior do Nenzin, era visível, público e notório.

Nunca, e em toda a história política e administrativa do Maranhão, o povo de Barra do Corda, havia sentido na pele a opressão por parte de um governador do estado em favor de um candidato. Sempre os governadores em eleições passadas, tiveram seus candidatos, e deles que até vieram manifestar seus apoios em palanques em disputas em anos anteriores. Mas, sentir o que a população sentiu nas eleições de 2016, foi uma covardia sem tamanho, foi algo em que o povo não sabia a quem recorrer.

Um eleitorado que comparece em um bom número nas urnas, de 53 mil eleitores aptos a votarem, tivemos um comparecimento de 46 mil eleitores que se racharam entre dois candidatos a prefeito.

O primeiro colocado, que estava com os cofres da prefeitura nas mãos, recebeu 22.338 votos, e o segundo colocado que não contava com o apoio da prefeitura e  do governo do estado, recebeu uma votação expressiva, chegando a um total de 20.638 votos, a menor diferença entre dois candidatos em uma disputa em Barra do Corda.

Um chega e vence na zona 023, e o outro chega e vence na zona 097, algo nunca visto antes na história.

Durante 45 dias de campanha, a população é ludibriada de forma covarde e leviana com as pesquisas do instituto de pesquisa ESCUTEC, que parecia está também a serviço do prefeito, divulgando números que não condiziam com a realidade das ruas. Faltando apenas 15 dias para as eleições, a escutec chega e diz, que o prefeito Eric venceria a disputada com quase 20 pontos à frente de Junior do Nenzin, uma verdadeira mentira estampada em vários jornais e blogs do Maranhão e espalhada de forma impressa nas residências da cidade.

Dia 28 de setembro, penúltimo dia para o fim da campanha eleitoral, a escutec chega com sua última pesquisa desastrosa, e o prefeito, juntamente com seus aliados, estampam a mesma em todos os blogs e jornais que rezavam em seus pés e a mesma dizia, que Eric venceria Junior do Nenzin com 16 pontos na frente no domingo dia 2. A pesquisa era mais um meio covarde e que foi usado para confundir a cabeça dos eleitores, principalmente daqueles menos esclarecidos e que são fáceis de serem ludibriados e confundidos.

Passam-se os dias 29 e 30 de setembro,  e chega o 1° e o dia 2 de outubro, dia da eleição, e quando as urnas se abrem, a diferença que era pra ser no minimo de 16 pontos, e que correspondia em uma taca de em torno 10 mil votos de diferença, todos são surpreendidos com uma diferença pequena 3%, chegando apenas a 1.700 votos de diferença.

Porque em menos de quatro dias, uma diferença de 16 pontos, ou seja, de 10 mil votos, cai para 3%, chegando a 1.700 votos?

O que vários carros fechados faziam durante as madrugadas com aliados do prefeito chegando na zona rural de Barra do Corda e nos bairros? Será se era a chamada compra de votos desenfreada? Ninguém sabe dizer o que de fato era.

O que fazia uma candidata a vereadora, aliada ao prefeito Eric, que após uma denúncia feita, a polícia federal chegou até ela e aprendeu vários documentos que simbolizavam a compra de votos pra ela e para o prefeito?

A pergunta volta a ser repetida; Porque Barra do Corda não está aceitando o resultado da eleição?

Barra do Corda, vive o mesmo retrato que o Brasil viveu nas eleições para presidente em 2014, quando a máquina presidencial foi usada de todas as formas em favor de Dilma, o País se dividiu nas urnas, uma diferença de 3%, igual a mesma diferença de Barra do Corda, Dilma “vence” e o povo Brasileiro não aceitou o resultado das urnas e cobraram uma providencia do Congresso Nacional e o mesmo ouviu as vozes roucas das ruas, e com o apoio do Supremo Tribunal Federal, Dilma foi lançada fora do comando do Brasil.

Os processos com as provas das compras de votos existem, e a população aguarda ansiosa por uma resposta da Justiça Eleitoral de Barra do Corda, do Maranhão e a de Brasília se for preciso.

O poder emana do Povo!!

Texto de Gildásio Brito

17054

 

Flávio Dino teme com os boatos da pré-candidatura de Roseana ao governo em 2018

Desde que assumiu o comando do governo do estado em janeiro de 2015, Flávio  Dino vive até os dias atuais em cima dos palanques e nunca se deu conta que o mesmo foi eleito e empossado ao cargo de governador do estado.

Sempre que usa as redes sociais, Flávio Dino faz questão de mencionar o nome de Sarney ou de Roseana em suas postagens, e acaba esquecendo de fazer o seu principal papel, que é de governar.

Além da insatisfação dos deputados estaduais para com o comunista, que pouco se relaciona com os mesmos e só escuta aquilo que Marcio Jerry diz em seu ouvido, Flávio Dino chega nas eleições municipais de 2016 e sofre uma grande derrota nos maiores colégios eleitorais do estado com seus candidatos a prefeitos, e com isso, sinalizou o desejo da população Maranhense para com a volta de Roseana ao comando do estado em 2018.

O que mais vem ocorrendo no governo comunista, é a perseguição desenfreada para com policiais, servidores do estado, e principalmente com politicos que não rezam na cartilha do governdor no estado. A maior prova de perseguição contra adversários de Dino, foram nas eleições deste ano para prefeito em todo o Maranhão, onde Flávio Dino usou todo o poder do Palácio dos Leões, para massacrar seus adversários. Mas a população respondeu e disse ao governador que não aceita a opressão do governo, e derrotou a maioria dos prefeitos do governador.

flavio-dino-e-roseana-sarney-disputam-votos-em-brasilia-e1460918222135

Na Assembleia Legislativa, o que mais se ouve, são deputados que se reclamam diariamente da forma que são tratados por Dino. Deputados que não tem suas emendas pagas, deputados que não desfrutam  do prestigio do governador em suas regiões. Nos corredores da Assembleia Legislativa, o que mais de escuta, é de que, a debandada no início de 2018, com a maioria deles pulando fora do barco comunista, será grande.

Flávio Dino perdeu as eleições em 2016 nas cidades de Imperatriz, Caxias, Bacabal, Santa Inês, Grajaú, Dom Pedro, Porto Franco, Codó, Presidente Dutra e dentre outras, chegando a uma derrota em mais de 110 cidades no estado.

Em meio a  tudo isso, o que Dino vem temendo é com o retorno de Roseana para a disputa em 2018, com o bom relacionamento que a mesma tem com a maioria dos deputados estaduais e agora com a maioria dos deputados federais e o apoio dos tres senadores do Maranhão devido ao Presidente Michel Temer que deseja muito a candidatura de Roseana ao governo do Maranhão.

Com a grande vitória que o grupo de Roseana teve em mais de 110 cidades do Maranhão nas eleições de prefeito e com a rejeição de Flávio Dino que só cresce em todo o estado, sinaliza o retorno de Roseana como a grande favorita nas eleições de 2018.

Vale lembrar, que Roseana em 2010 nas eleições para o governo, a mesma derrotou Flávio Dino em 1° turno com 630 mil votos à frente do comunista.

Vamos aguardar!!

 

Texto: Gildásio Brito