São Luís, 18 de junho de 2021
×
São Luís, 18 de junho de 2021

Publicidade

Investigação

Mulher é esfaqueada 15 vezes no Maranhão

A ação pode ter sido cometida por causa da insatisfação do agressor com o termino do relacionamento.

Mulher é esfaqueada 15 vezes no Maranhão

Em menos de 2 meses, 2021 já é marcado por altas taxas de feminicídio no Maranhão.

Nesta última quinta-feira (18), Elison Rodrigues Martins Júnior, efetuou uma tentativa de homicídio contra a ex-companheira de 32 anos dando 15 facadas na cidade de Imperatriz.

De acordo com o pai da vítima, a filha decidiu se separar após um relacionamento abusivo de 7 meses, pois não suportava mais o comportamento agressivo de Elison. CONTINUE LENDO ABAIXO A MATÉRIA;

Publicidade

O pai disse ainda, que a tentativa de feminicídio ocorreu quando a vítima buscava seus pertences na casa em que morava com o ex-companheiro.

O suspeito ainda segue foragido e a vítima encontra-se em estado grave no Hospital Municipal de Imperatriz.

Infelizmente, nos dias atuais a violência doméstica ainda é muito frequente e muitas mulheres vivem em permanente estado de terror físico e mental.

Algumas delas se submetem a esses tipos de violência por vários motivos, alguns deles são: por não ter apoio para abandonar o local com os filhos do agressor; por não dispor de meios económicos para poder se afastar e por serem ameaçadas de morte corriqueiramente se revelarem serem vítimas de agressão.

Portanto, muito ainda deve ser feito para que a violência doméstica possa cessar. Mas, infelizmente isso ainda é uma questão cultural fortemente impregnada na sociedade que faz até mesmo com que algumas mulheres possam se sentir inferiores.

Mesmo com tantas leis referentes a proteção da mulher, ainda existem muitas lacunas, pois não há uma segurança confiável para que as vítimas possam denunciar e ficarem protegidas posteriormente.

Faça um comentário

Continue lendo...