Blog Minuto Barra mostrou hoje que tem força e credibilidade perante a sociedade e a classe política em Barra do Corda

Blog Minuto Barra, o Portal de Notícias do Gildásio Brito 

CollageMaker 20190514 224329100 - Blog Minuto Barra mostrou hoje que tem força e credibilidade perante a sociedade e a classe política em Barra do Corda - minuto barra

O que ocorreu nas últimas semanas em Barra do Corda no que se referem aos casos de recém-nascidos que morreram dentro do Materno Infantil, estava debaixo de um silêncio, até o Blog Minuto Barra ser acionado para denunciar e mostrar ao povo BarraCordense e Maranhense.Ainda no mês de abril, o Blogueiro Gildásio Brito recebeu uma ligação, onde o informante pediu sigilo do nome e disse “Bebês estão morrendo dentro do Materno Infantil por falta de material hospitalar e estão abafando os casos”.

O Blogueiro iniciou uma investigação jornalística e conversou com pessoas que trabalham na saúde de Barra do Corda, e aos poucos foi descobrindo que de fato tais casos estavam ocorrendo dentro da maternidade. Gildásio Brito se dirigiu até Barra do Corda para de perto apurar os fatos, onde em cada depoimento de fontes seguras, mostravam, que tudo era ainda pior do que se poderia imaginar.

A primeira matéria publicada gerou uma enorme repercussão na sociedade, quando então, o vereador João Pedro decide em colocar um requerimento para abertura de uma CPI para investigar os casos de mortes. Logo em seguida surge mais um caso de um bebê que morreu ainda na barriga da mãe por falta de material que impossibilitou o parto, onde a grávida passou quase que uma noite inteira gritando de dores e pedindo socorro, mas de nada adiantou e ouviu do médico a seguinte afirmação; “nada posso fazer por você, pois, não temos material para realizar seu parto”.

A família da grávida entra em desespero total, pois, temia, que além dos riscos do bebê morrer, a mãe corria também.Sua irmã pergunta então ao médico,“Dr, o que posso fazer para ajudar salvar a criança? Onde encontro material hospitalar para comprar?” O médico responde; “aqui você não encontra para comprar”.

Resultado; O médico decide então fazer o parto para salvar a grávida, pois a criança já se encontra morta na barriga. A grávida disse em uma entrevista, que viveu momentos de terror, pensando que iria morrer, pois sentia quando o médico tentava puxar a criança. A atuação da imprensa e principalmente deste Blog foi tão grande, ao ponto de todos os órgãos atuarem no caso, apesar que até o presente momento nenhum apresentou os resultados das investigações, mas, o promotor Edilson Santana disse em uma reunião com os vereadores a portas fechadas, que os casos eram bastantes graves.

Alguns queriam ver tudo, menos uma CPI, e imaginavam que a imprensa calaria quanto aos casos ocorridos no materno infantil, pelo contrário, a imprensa através deste Blog e das rádios locais, atuou com uma força gigantesca para chamar atenção quanto à gravidade do problema.

Todos os políticos se movimentaram, deles que chegaram até em acusar a imprensa de irresponsabilidade, onde de fato a imprensa estava e continua em defesa do povo de Barra do Corda.

A sessão plenária da Câmara Municipal de Barra do Corda na tarde desta terça-feira, foi bastante tensa, pois uma assinatura a mais seria o suficiente para a CPI ser criada, e foi, com a assinatura do presidente Gil Lopes em um discurso na tribuna da Câmara que marcou sua carreira na vida pública.

Às redes sociais, a presença do povo na Câmara, os comentários em grupos de WhastzApp e a repercussão com duas grandes matérias no Blog Minuto Barra e no Blog Enquanto Isso no Maranhão uma hora antes da sessão, fizeram com que a CPI não fosse enterrada antes do nascimento.

Esperamos que os vereadores realizem uma investigação rigorosa, com detalhes e, apure e puna todos os culpados, seja quem for.

Uma imprensa séria e corajosa, faz um bem enorme a uma sociedade.

O nosso reconhecimento aos vereadores João Pedro, Eteldo, Jaile, Aurean, Nem do Swan e Gil Lopes.

Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Minuto Barra. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou difamação.

O seu endereço de email não será publicado.




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores
e não representam opinião do autor deste blog.

*

code