Com obra paralisada, Flávio Dino evita comentar construção do hospital de 50 leitos em Barra do Corda

Blog Minuto Barra, o Portal de Notícias Minuto 

Screenshot 20190513 084741 1024x576 - Com obra paralisada, Flávio Dino evita comentar construção do hospital de 50 leitos em Barra do Corda - minuto barra

O governador Flávio Dino esteve no último sábado(11) em Barra do Corda para inaugurar a MA-012 que liga o município Cordino a São Raimundo do Doca Bezerra e, evitou, comentar quanto às obras paralisadas do hospital de 50 leitos há quase dois anos.

images 10 1 - Com obra paralisada, Flávio Dino evita comentar construção do hospital de 50 leitos em Barra do Corda - minuto barra

No dia 5 de março de 2016, durante a inauguração do Centro de Especialidades Médicas em Barra do Corda, o governador fez questão em anunciar a construção de um hospital de 50 leitos em parceria com a prefeitura.

Flávio Dino e o prefeito Eric Costa garantiram que o grande hospital seria entregue ao povo em um curto prazo, pois, problema de dinheiro não impediria tal projeto, já que os cofres tanto do governo estadual quanto da prefeitura sempre estiveram cheios.

Sem que houvesse recursos garantidos para tal obra, a prefeitura de Barra do Corda iniciou a construção, na ilusão de que, o governador cumpriria com o prometido, que era, construir o hospital em parceria com o município.

Durante o evento frente ao Centro de Especialidades em 2016, ficou acertado o seguinte; Flávio Dino na qualidade de governador tocaria a obra juntamente com o prefeito. A Câmara Municipal ficaria responsável pela aprovação de doação do terreno. Os deputados Othelino Neto e Rigo Teles destinariam para a obra 1 milhão de reais cada.

Primeiro Ponto; o terreno usado para construção do hospital foi no antigo campo da Cohab, onde não existe registro de que a Câmara Municipal aprovou tal doação como disse  o governador.

Segundo Ponto; a prefeitura de Barra do Corda iniciou a obra e, até hoje, 13 de maio de 2019, não entrou sequer um centavo do governo Flávio Dino na construção do hospital.

Terceiro Ponto; não se sabe também por quais motivos os deputados Rigo Teles e Othelino Neto deixaram de destinar recursos para a obra, onde seria 1 milhão de reais de suas emendas.

Quarto Ponto; há quase dois anos, a obra de construção do hospital de 50 leitos se encontra paralisada em Barra do Corda, onde o prazo para entrega, seria de apenas um ano, tendo início em agosto de 2016 e o término em agosto de 2017, algo que não ocorreu, como mostra a placa;

images 9 1 - Com obra paralisada, Flávio Dino evita comentar construção do hospital de 50 leitos em Barra do Corda - minuto barra

E vale ressaltar que, mesmo que os deputados estaduais estivessem direcionado tais emendas, não seria o suficiente para garanti-las, pois, dependeria da boa vontade do governador em autorizar o envio.

Detalhe; nenhum dos órgãos de fiscalização do dinheiro público abriu um procedimento para apurar os motivos que levam a tal paralisação, onde o contribuinte, que é o povo, vai pagar a conta ainda mais cara.

Em seu discurso na MA-012, Flávio Dino deixou até seus aliados confusos quando disse que o prefeito Eric Costa esteve em seu palanque lhe apoiando nas eleições de 2014, sendo que na verdade o prefeito apoiou o então candidato a governador Lobão Filho. Aliados de Dino em Barra do Corda conversaram com o Blogueiro Gildásio Brito e disseram que não se recordam de Eric Costa apoiando Flávio Dino em 2014, e sim, Lobão Filho.

Eis a prova abaixo;

images 4 2 - Com obra paralisada, Flávio Dino evita comentar construção do hospital de 50 leitos em Barra do Corda - minuto barra

images 3 2 - Com obra paralisada, Flávio Dino evita comentar construção do hospital de 50 leitos em Barra do Corda - minuto barra

Assista o discurso do governador Flávio Dino durante inauguração da MA-012, onde evitou falar da construção do hospital, obra paralisada e garantida por ele em 2016;

 

Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Minuto Barra. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou difamação.

O seu endereço de email não será publicado.




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores
e não representam opinião do autor deste blog.

*

code