Ocorre nesta manhã no fórum de Barra do Corda audiência com casal que abusava sexualmente criança em rito de magia negra

Blog Minuto Barra, o Portal de Notícias do Gildásio Brito

CollageMaker 20190427 065500740 1024x1024 - Ocorre nesta manhã no fórum de Barra do Corda audiência com casal que abusava sexualmente criança em rito de magia negra - minuto barra

O juiz Antônio Elias de Queiroga Filho, titular da Primeira Vara Criminal da Justiça em Barra do Corda se encontra realizando uma audiência referente a uma ação penal que envolve um casal que foi preso e acusados da prática de crime sexual em rito de magia negra contra uma criança de apenas 5 anos de idade. Tais prisões ocorreram em abril deste ano e causou grande repercussão em todo o estado.

Publicidade

Após a prisão, VALDEIR confessou que praticava atos sexuais contra a criança e afirmou que esses abusos eram praticados por ele em companhia de esposa LUANA, mãe da vitima. Ele afirmou ainda que esses crimes eram praticados na casa do casal em rituais sexuais de magia negra onde havia a retirada de sangue de todos eles (VALDEIR, LUANA e a vitima L.C.F.) e esse sangue era ingerido pelos três e também introduzido com um objeto plástico, cilíndrico com formato aparente de um pênis, nas partes intimas (anus e vagina) dos autores e da criança vítima. Em seguida, após completarem o ciclo, VALDEIR e LUANA praticavam relações sexuais na frente da criança vitima até que uma vela acesa no inicio do ritual se apagasse.

Segundo VALDEIR em depoimento ao delegado, disse que tais rituais já teriam ocorrido por 06 (seis) vezes e havia um outro ritual marcado para o dia 15 de maio 2019. LUANA em sua oitiva negou tais fatos.

Na audiência que se encontra sendo realizada na manhã desta quarta-feira no Fórum de Barra do Corda, o juiz Queiroga Filho possivelmente aplicará a pena nos acusados ou absolvição.

Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Minuto Barra. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou difamação.

O seu endereço de email não será publicado.




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores
e não representam opinião do autor deste blog.

*

code