São Luís, 22 de outubro de 2020
×
São Luís, 22 de outubro de 2020

Publicidade

Notícias

Partido Solidariedade, aliado de Eric Costa e Gil Lopes, entra na Justiça eleitoral pedindo acesso ao conteúdo completo da pesquisa INOP

O partido Solidariedade tenta desde o mês de agosto desqualificar os números das pesquisas realizadas pelo Instituto INOP em Barra do Corda em que mostra Rigo Teles liderando em todos os cenários para prefeito.

Partido Solidariedade, aliado de Eric Costa e Gil Lopes, entra na Justiça eleitoral pedindo acesso ao conteúdo completo da pesquisa INOP

O partido Solidariedade em Barra do Corda que é aliado do prefeito Eric Costa e do candidato a prefeito Gil Lopes tenta a todo custo desqualificar as pesquisas do Instituto INOP que através de seus levantamentos registrados apontam que Rigo Teles é o preferido perante a maioria do eleitorado rumo às eleições de 15 de novembro. O partido é presidido em Barra do Corda pelo ex-vereador Rivelino do Alim.

Em 25 agosto, horas antes da divulgação da pesquisa INOP, o partido Solidariedade entrou na Justiça eleitoral tentado barrar a divulgação dos números. Ao julgar os pedidos, o juiz Queiroga Filho negou e liberou a divulgação da pesquisa que apontou a liderança de Rigo Teles.

O Instituto INOP divulgou ontem, segunda-feira(28) uma nova pesquisa em Barra do Corda onde mostra Rigo Teles liderando em todos os cenários pesquisados. CONTINUE LENDO ABAIXO A MATÉRIA;

Publicidade

Por volta das 10h da manhã de ontem, novamente, o partido Solidariedade, aliado de Eric Costa, entrou na Justiça eleitoral e dessa vez, pedindo acesso total ao conteúdo da pesquisa.

Chama atenção em algo, pelo fato, de que não é necessário acionar o poder judiciário para solicitar conteúdo de pesquisas eleitorais registradas. Qualquer partido político tem o direito de solicitar a qualquer Instituto os detalhes de pesquisas realizadas, sem precisar acionar a Justiça eleitoral.

Na verdade, a intenção é em provocar notícia de que a justiça determinou que o Instituto repasse o conteúdo completo da pesquisa ao grupo Comunista.

 

 

Faça um comentário

Continue lendo...