São Luís, 15 de abril de 2021
×
São Luís, 15 de abril de 2021

Publicidade

Notícias

4 de Março: Delegada de Teresina indicia na Justiça criminoso de Barra do Corda que tentou matar a ex-namorada

Carlos Vinícius confessou o crime durante depoimento nesta quinta-feira(4) diretamente da Delegacia de Barra do Corda para a Delegada em Teresina, local em que ocorreu o crime no dia 6 de fevereiro.

4 de Março: Delegada de Teresina indicia na Justiça criminoso de Barra do Corda que tentou matar a ex-namorada

Carlos Vinícius do Nascimento Gomes, suspeito de esfaquear a ex-namorada em Teresina, confessou o crime em depoimento, afirmou a delegada Luana Alves, do Núcleo de Feminicídio da Polícia Civil, nesta quinta-feira (4), ao G1.

O relato foi prestado em Barra do Corda, no Maranhão, onde o suspeito foi preso, na terça-feira (2), durante cumprimento de mandado de prisão preventiva.

“O depoimento dele foi enviado para nós e enviamos para à Justiça. Ele confessou o crime e disse que o motivo foi porque estava com ciúmes”, informou a delegada Luana Alves.

De acordo com a delegada, a motivação alegada pelo suspeito é uma afirmação típica de casos de feminicídio, em que os crimes são praticados em decorrência do menosprezo pela mulher. CONTINUE LENDO ABAIXO A MATÉRIA;

Publicidade

“Os agressores dizem estar com ciúmes, que são apaixonados pela vítima, que ainda as amam, mas, na verdade, não aceitam que as mulheres não sejam submissas, que vivam as vidas delas”, explicou.

Segundo Luana Alves, quando não se sentem no controle, os agressores condenam o comportamento das mulheres e pensam que elas merecem morrer. “Como são machistas, eles acham que as mulheres não podem se relacionar com outros homens, não podem usar as roupas que querem, não aceitam que mulheres o desprezem”, disse.

“Eles acham que essas mulheres merecem morrer por não estarem seguindo as regras desse mundo machista”, completou.

Carlos Vinícius já foi indiciado por tentativa de feminicídio e, agora, ficará à disposição da Justiça enquanto responde pelo crime. Por enquanto, o preso permanecerá no Maranhão, aguardando transferência para o sistema prisional do Piauí.

Conforme a delegada Luana Alves, a vítima está bem e solicitou medida protetiva contra o ex-namorado.

Segundo o inquérito policial, a vítima foi esfaqueada nove vezes enquanto conversava com o agressor dentro de um veículo. Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento do crime que ocorreu na avenida São Raimundo Nonato, no bairro Piçarra, zona Sul de Teresina, no dia 6 de fevereiro.

Dias após o crime o suspeito chegou a se apresentar, mas não ficou preso. Logo em seguida, o caso passou a ser investigado pelo Núcleo de Feminicídio do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Faça um comentário

Continue lendo...