São Luís, 18 de setembro de 2020
×
São Luís, 18 de setembro de 2020

Publicidade

ESPORTE

Cordino é goleado pelo São José e se despede da Série A do Campeonato Maranhense

Com bastante incentivo por parte da Gestão Nenzin, o Cordino chegou na primeira divisão do Campeonato Maranhense em 2010. Com a falta de apoio necessário da Gestão Eric Costa o Cordino é rebaixado em 2020.

Cordino é goleado pelo São José e se despede da Série A do Campeonato Maranhense

Por Elbio Carvalho – Jornalista

O fim, como o começo, sem vitória.
Assim terminou o ciclo do Cordino na série A do Maranhanse, onde esteve por uma década.
Foram 10 anos de altos e baixos, nesse tão importante grupo, onde poucos são os clubes reunidos.
Nem as importantes campanhas, um vice estadual e as participações na Copa do Brasil e no Brasileiro Serie D foram sufientes para abrir a mente de muitos “cartolas” extremamente amadores, sobre a importância de um clube no seleto grupo, ao lado de históricos times como o Sampaio Corrêa, o Moto Club, o Maranhão Atlético Clube e a Sociedade Esportiva Imperatriz.

“Colaboradores do mal…” CONTINUE LENDO ABAIXO A MATÉRIA;

Publicidade

Gente que até comemorou com a péssima campanha do time fraco, montado de propósito para a sua última temporada na série principal do Maranhense. E, sua última, talvez, da história da Onça Pintada que muito bem representou essa tão querida cidade. Levou Barra do Corda aos mais diferentes e distantes lugares. Fez a Princesa do Sertão virar pauta nas mais importantes redações de emissoras de Rádio e Tv.

Quem não se lembra da alegria dos cordinos, quando o Fastástico (Rede Globo) mostrou, num fim de domingo o artilheiro musical, Ulisses, em uma sequência de três gols marcados numa tarde inspirada no Leandrão?

Os cegos de espírito certamente não viram… não lembram…

Assim como acessou a série A, lá no começo de sua historia, sem vencer uma partida da segunda divisão, na época, somente com empates e sorte com os tropeços de outros times participantes, o Cordino fez hoje a sua última partida da Série A.  Foi só pra cumprir tabela.

E como era rotina, os arranjos arranjos na elaboração de laudos de um estádio maltratado, historicamente, com gramado praticamente morto de sede, vestiários desestruturados e até alambrados em péssimas condições, nesta última rodada da fase foi possível isso, tamanho o problema. Foi preciso levar o time visitante para Fernando Falcão, para a melancólica despedida… Ate melhor mesmo.
E lá, pra ficar na história do Zeferinão, mais uma goleada sobre o Cordino. A última da temporada. Acho que da historia mesmo… Triste fim!

Terminou seu ciclo, Onça Pintada. Sem vencer uma partida na temporada de 2020.
A pior campanha entre os clubes atuais, integrantes da tão sonhada série A. Mas, pode ter certeza…

Os que contribuíram para a morte da Onça são os mesmos que vão pedir o seu voto, já já, usando como lema, a bandeira da honestidade de defesa do esporte. Só não fazem o que deveriam fazer: colocar a bola vermelha na ponta do nariz…

Faça um comentário

Continue lendo...