URGENTE!! CGU e Polícia Federal, apontam irregularidades no Bolsa Família em Barra do Corda

Blog Minuto Barra, o Portal de Notícias do Gildásio Brito

A Controladoria-Geral da União (CGU) e a Polícia Federal,  divulgaram o resultado da avaliação da atuação do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para aprimoramento dos controles relativos ao Programa Bolsa Família em Barra do Corda. A auditoria buscou verificar a confiabilidade dos resultados do cruzamento das bases de dados oficiais com os valores de renda declarados pelos beneficiários no Cadastro Único, a fim de identificar indícios de pagamentos indevidos, bem como avaliar as providências adotadas pelo órgão frente às inconsistências.

Inconsistências cadastrais

O cruzamento de dados realizado pelo MDS utilizou uma nova metodologia, a qual foi proposta por um Grupo de Trabalho Interinstitucional (GTI), formado por representantes da Casa Civil da Presidência da República, do próprio Ministério do Desenvolvimento Social, do Ministério da Fazenda, do Ministério do Planejamento, da CGU, do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) e da Caixa Econômica Federal. Também ocorreram debates envolvendo a Polícia Federal (PF), o Ministério Público Federal (MPF) e o Tribunal de Contas da União (TCU).

Como resultado foram identificadas mais de 1.500 famílias que recebiam benefícios do Programa Bolsa Família com indícios de inconsistência cadastral em Barra do Corda.

Os testes apontaram quase 300 famílias com fortes indícios de terem falseado a declaração da informação de renda no momento do cadastro em Barra do Corda o que representa pagamentos indevidos para um período de dois anos(2016 e 2017). Nas situações em que as irregularidades ficaram comprovadas, após a condução de processo administrativo, serão aplicadas sanções legais, tais como devolução de valor e impossibilidade de retornar ao Programa por um ano.

Em Barra do Corda, a CGU(Controladoria Geral da União) jutamente com a Polícia Federal e demais órgãos de fiscalização, identificaram mais de 1.200 cadastros do programa Bolsa Família, que não se encontravam compatíveis com as regras. No município, existem 12.223 famílias cadastradas, desse total, 300 benefícios já foram cancelados, e 1.205 bloqueados, e apenas 316 atualizados.

Ou seja; 1.505 benefícios em Barra do Corda, foram bloqueados e cancelados pela CGU, POLÍCIA FEDERAL E MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, por fortes indícios, de os mesmos terem repassado informações falsas no momento do cadastro e recadastramento.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores
e não representam opinião do autor deste blog.

*

code