São Luís, 18 de setembro de 2020
×
São Luís, 18 de setembro de 2020

Publicidade

INVESTIGAÇÃO

Investigações avançam contra mulher de Barra do Corda que gravou música difamando o prefeito e a primeira-dama de Imperatriz

A autora da música criminosa, se sentindo acuada, entrou em contato com a assessoria do prefeito de Imperatriz chorando e pedindo perdão. Em 2016, essa mesma cantora difamou e provocou terrorismo através de suas músicas contra a família Nenzin em ...

Investigações avançam contra mulher de Barra do Corda que gravou música difamando o prefeito e a primeira-dama de Imperatriz

Investigações avançam em Imperatriz e em mais duas cidades e muito em breve todos saberão quem pagou pela gravação de uma música difamatória recheada de baixarias que ofendeu a honra do prefeito de Imperatriz Assis Ramos e de sua esposa Janaína Ramos e toda sua família.

Já se sabe que dia foi feito o depósito de pagamento para a conta da cantora de Barra do Corda, velha conhecida no campo da difamação contra pessoas desde a campanha eleitoral de 2016.

No início deste mês de agosto, o prefeito de Imperatriz Assis Ramos e sua esposa Janaína Ramos foram alvos da criminosa. A música que tem duração de 3 minutos e 41 segundos foi o suficiente para denegrir com violência a honra do prefeito da segunda maior cidade do estado do Maranhão. CONTINUE LENDO ABAIXO A MATÉRIA;

Publicidade

A cantora que é altamente protegida por poderosos de Barra do Corda, imaginou que na cidade de Imperatriz ela ficaria sambando e difamando famílias, sem que fosse alcançada pelas autoridades que buscam cumprir com a lei e em punir criminosos.

Ela sempre soube que em Barra do Corda jamais sofreria qualquer tipo de punição!! No campo da difamação contra quem não reza na cartilha dos políticos que ela devota, ela surfa. E vergonhosamente, é aplaudida em sua terra natal por seus amigos do mesmo grupo político, basta conferir suas redes sociais para conferir os comentários.

Barra do Corda é terra de poetas renomados no Maranhão. Da terra fundada por Melo Uchoa em 3 de maio de 1835, já saiu juízes, promotores, Desembargadores e cantores. Cantores que honram a cultura Barracordense.

O que essa cantora tem feito desde 2016, foi em manchar o nome de Barra do Corda perante o Maranhão. Por onde qualquer Barracordense venha viajar, a pergunta vem logo em seguida; Você é daquela cidade onde as músicas de campanha difamam famílias? Para cidadãos que amam Barra do Corda, baixam a cabeça com vergonha e respondem que sim.

O depósito para a conta da cantora de Barra do Corda como forma de pagamento para difamar o prefeito e a primeira-dama de Imperatriz ocorreu no dia 3 de agosto no horário das 16:21h na lotérica Capital, que fica localizada na Avenida Getúlio Vargas no Centro de Imperatriz. Veja abaixo a imagem da lotérica;

investigacoes avancam contra mulher de barra do corda que gravou musica difamando a primeira dama de imperatriz 1024x768 - Investigações avançam contra mulher de Barra do Corda que gravou música difamando o prefeito e a primeira-dama de Imperatriz - minuto barra

O Blog Minuto Barra recebeu a imagem das câmeras do local onde mostra a pessoa que foi enviada para fazer o depósito na casa lotérica de Imperatriz em favor da artista da difamação. Veja abaixo;

investigacoes avancam contra mulher de barra do corda que gravou musica difamando a primeira dama de imperatriz 576x1024 - Investigações avançam contra mulher de Barra do Corda que gravou música difamando o prefeito e a primeira-dama de Imperatriz - minuto barra

Acuada, a cantora que sempre “faz sucesso” no período de eleição difamando famílias políticas, decidiu entrar em contato com a assessoria do prefeito de Imperatriz, chorando e pedindo perdão por ter gravado uma sequencia de quase quatro minutos com difamações violentas. Ela mesmo repassou a cópia do comprovante bancário para os advogados do prefeito Assis Ramos.

Segundo apurou o Blog Minuto Barra, os investigadores já sabem quem foi o primeiro a divulgar o áudio CRIMINOSO nas redes sociais. Trata-se de um jovem acadêmico, pertencente a um partido político, de nome Ramon que, certamente imaginou juntamente com a cantora que a internet é uma terra onde a LEI não o alcança.

As investigações avançam em Imperatriz e outras duas cidades; Grajaú e Barra do Corda.

“Enfim, encontrar uma agulha no palheiro, fica bem mais fácil, quando se sabe em qual palheiro está a agulha. Não existe crime perfeito e, podem aguardar que em breve, a cara de toda essa quadrilha será mostrada para a sociedade Imperatrizense, que foi brutalmente agredida com essa porcaria áudio visual”, relatou a primeira-dama.

O prefeito de Imperatriz Assis Ramos disse que a música gravada, de ataque à família, é também uma agressão contra o povo de Imperatriz.

“Sinceramente, nunca imaginei que esse tipo de política rasteira, de ataque à família, ainda tivesse lugar numa cidade grande e progressista, como é Imperatriz. É não terá- pelo menos da nossa parte”, disse o prefeito.

Assis Ramos disse que assistiu esse tipo de campanha difamatória em cidades menores. Indiretamente, o prefeito de Imperatriz se refere à Barra do Corda. “Em campanhas anteriores vimos grupos(de cidades menores) se destroçarem com esse modelo de achincalhe. Agora tentam implantar essa imoralidade aqui. Isso é uma agressão à inteligência do imperatrizense”, disse o prefeito que já foi delegado.

A população de bem de Barra do Corda repudia esse tipo de agressão contra famílias. Ao prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, e sua esposa Janaína Ramos, nossa solidariedade por tamanho agressão que sofreram.

Faça um comentário